População de Petrolina deve ficar atenta às formas de prevenção do Aedes aegypti

0

Foram divulgados recentemente os dados do 4º Levantamento Rápido de Índice de Infestação para o Aedes aegypti (LIRAa) 2019 da cidade de Petrolina. A pesquisa realizada pela Secretaria de Saúde aponta 1,8 % para infestação do mosquito, considerado de médio risco. O número de casos da doença no país sofreu aumento de 264%.

A melhor maneira de mudar o cenário local e nacional é com eliminação dos focos de acúmulo de água. O mosquito é transmissor de três doenças principais: Dengue, Chikungunya e Zika.

Fique atento as dicas para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

– Evite acúmulo de água

– Coloque tela nas janelas

– Coloque areia nos vasos das plantas

– Limpe calhas

– Seja consciente e faça o descarte correto do lixo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina: Audiência Pública discutirá enfrentamento do trabalho infantil

Para fortalecer os direitos das crianças e dos adolescentes, a Prefeitura de Petrolina pro…