Policial da Bahia acusado de matar adolescente em Parnamirim é ouvido em Salgueiro e diz que tiro foi acidental

Nesta terça-feira, (18)), o policial militar da Bahia, Fellype Anderson Souza Castro, foi apresentado pelo Comandante Geral da PMBA na delegacia de Salgueiro (PE), através de ofício, após solicitação do Delegado de Polícia, Alex de Sá Matias.

Na ocasião, o militar foi interrogado, acompanhado por dois advogados, nos autos do inquérito policial que apura a morte da adolescente Katarine Miranda, ocorrida na madrugada do dia 1º de abril na cidade de Parnamirim (PE), caso esse que causou grande repercussão e indignação da população.

Durante o interrogatório, o investigado alegou que o disparo, que matou a adolescente, foi acidental. Ao final do depoimento, o delegado informou ao investigado que já havia mandado de prisão preventiva expedido contra o mesmo, em seguida, foi dada voz de prisão.

Como o acusado é soldado da PMBA, ele foi encaminhado para a unidade de reeducação da Polícia Militar daquele Estado.

Fechado para comentários

Veja também

Juazeiro (BA) é a quinta cidade mais violenta do Brasil, aponta Atlas da Violência

Dos 10 municípios brasileiros com as maiores taxas de homicídios por 100 mil habitantes em…