Polícia prende homem por invasão do castelo da rainha Elizabeth

O homem preso no sábado (25), após invadir o castelo de Windsor, lugar onde mora a reinha Elizabeth II, em Londres, disse em um vídeo que queria “assassinar a rainha”, informou o tabloide britânico The Sun nesta segunda-feira (27).

O jovem de 19 anos morava em Southampton, no sul da Inglaterra, e foi preso assim que os alarmes do castelo dispararam. No domingo, a polícia disse que o homem tinha sido internado em uma instituição psiquiátrica.

A rainha, de 95 anos, passava o Natal em Windsor. O jornal The Sun postou imagens de um vídeo supostamente publicado na conta da redes social Snapchat do suspeito minutos antes de ele entrar no complexo.

No vídeo, o jovem é visto usando uma besta, arma medieval que dispara flechas com muita força, e vestido com um suéter preto com capuz. Atrás de uma máscara branca, ele é ouvido dizendo: “Sinto o que fiz e o que vou fazer. Vou tentar assassinar a Rainha Elizabeth.”

Com aparentes referências à saga Star Wars, ele se apresenta como um índio sikh e diz que busca “vingança” por um massacre de 1919 cometido pelas tropas britânicas contra manifestantes na Índia.

Embora não tenha confirmado a autenticidade dessa gravação, a polícia de Londres disse que “os investigadores estão avaliando o conteúdo de um vídeo”.

As tentativas de entrar em Windsor ou no Palácio de Buckingham, residência habitual da Rainha, localizada no coração de Londres, não são incomuns.

O mais espetacular ocorreu em 1982, quando um homem de 30 anos, Michael Fagan, conseguiu entrar no quarto da Rainha enquanto ela estava na cama. As informações são do portal R7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Moradores pedem solução para falta de iluminação pública no Portal da Cidade

A falta de manutenção na iluminação pública tem deixado os moradores da rua do Piano, no b…