Polícia Federal realiza operação na residência oficial do governador do Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, é alvo de uma operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta  terça-feira (26), para apurar suspeitas de corrupção  em meio à crise do coronavírus.

De acordo com a Polícia Federal (PF), a Operação Placebo tem por objetivo apurar indícios de desvios de recursos destinados ao combate à pandemia do novo coronavírus (covid-19) no estado do Rio.

Estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), nos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro.

As investigações indicam a existência de um esquema de corrupção envolvendo uma organização social contratada para a instalação de hospitais de campanha e servidores da cúpula da gestão do sistema de saúde do estado do Rio. (EBC)

1 Comentário

  1. Marinalva Santana de Macedo

    26 de maio de 2020 em 16:23

    Falta investigar os governadores de Pernambuco, paraíba e outros corruptos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Covid-19: Merendeira que ajudou crianças em massacre de Suzano (SP) é a 1ª profissional da categoria a ser vacinada no Brasil

A funcionária da cozinha Silmara Cristina Andrade, 51, da escola Estadual Raul Brasil, em …