Polícia Federal prende designer de sobrancelha e garota de programa com quase 10 kg de cocaína no Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife

A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante, na segunda-feira (21/02/2022), por volta das 12h, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, duas mulheres, sendo a primeira, uma designer de sobrancelha, de 24 anos, natural e residente no Macapá (PA) e a segunda, uma profissional do sexo, de 27 anos, natural de Belém (PA) e residente no Oiapoque (AP), ambas não possuem antecedentes criminais.

A prisão aconteceu durante os trabalhos de fiscalização da Polícia Federal destinados a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes bem como outros tipos de crimes praticados no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. Os Policiais Federais lograram êxito em identificar uma passageira que trazia em sua bagagem 9,7Kg (nove quilos e setecentos gramas) de cocaína. Na sequência também foi identificada e presa, uma segunda mulher que estava hospedada num hotel em Areias-Recife (PE).

No hotel foi encontrada a sua mala contendo pó de café, utilizado para esconder o odor da cocaína,  e papéis branco, mesma característica encontrada na mala da primeira presa, porém a droga não foi encontrada, possivelmente já havia feito a entrega em Recife. E ao ser perguntada o que estava fazendo em Recife (PE), informou ter vindo fazer turismo, porém, não soube responder e nem sequer mencionar qualquer ponto turístico da cidade.

Terminados os trabalhos investigativos, ambas foram autuadas pela prática do crime contido no artigo 33 c/c 40 item I da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de entorpecentes) e caso sejam condenadas poderão pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.

Em seus interrogatórios as suspeitas disseram que pegaram a mala com a droga em Campo Grande (MS), fizeram uma conexão em Guarulhos (SP) e desembarcaram em Recife (PE). Por fim revelaram que ganharia R$ 1.500 reais por quilo de cocaína transportada (R$ 13.500), mas não deram detalhes sobre quem seria a pessoa que as havia aliciado, limitando-se apenas a informar que todo o contato com o traficante foi feito por aplicativo de mensagem (whatsapp). As presas passarão hoje por audiência de custódia e caso sejam confirmadas suas prisões serão encaminhadas para o presídio feminino, caso contrário, responderão ao processo em liberdade.

Esta é a terceira apreensão de drogas realizada no aeroporto internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre no ano de 2022 – até agora 17Kg de cocaína e 4Kg de maconha foram apreendidos e efetuada a prisão de quatro mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

América Latina: Primeiro caso de varíola do macaco é confirmado na Argentina

O primeiro caso de varíola do macaco foi confirmado na América Latina na sexta-feira (27).…