Polícia Federal investiga se suspeitos de matar Bruno Pereira e Dom Phillips cometeram mais crimes

A Polícia Federal investiga se três réus pelos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips também cometeram outros crimes, como invasão de terra indígena e pesca ilegal, segundo publicação do Metrópoles.

No último dia 22, a Justiça Federal em Tabatinga (AM) aceitou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra Amarildo da Costa Oliveira, conhecido como “Pelado”; Oseney da Costa de Oliveira, conhecido como ‘Dos Dantos’; e Jefferson da Silva Lima, conhecido como ‘Pelado da Dinha’. O MPF defende que o trio, atualmente preso, seja julgado pelos crimes de duplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Agora, a PF se debruça sobre outros crimes que os homens podem ter cometido. Duas hipóteses são o crime de invasão de terra indígena e pesca ilegal. No Vale do Javari, onde Bruno e Dom foram mortos, a pesca só é permitida para alimentação dos pescadores e familiares.

Segundo o MPF, a pesca ilegal na região tem relação direta com a morte de Bruno e Dom. Os investigadores apontaram como motivo dos assassinatos o fato de o indigenista ter pedido que o jornalista fotografasse o barco dos homens, que eram suspeitos de pesca ilegal em território indígena. (Bahia Notícias)

Fechado para comentários

Veja também

Campanha eleitoral começa em 16 de agosto, e propaganda no dia 26; veja as regras

A propaganda eleitoral dos candidatos que disputam as eleições de 2022 será iniciada ofici…