Polícia destrói quatro “bananas de dinamite” e prende seis pessoas em Pindobaçu (BA)

A Polícia Civil cumpriu seis mandados de busca e apreensão numa operação que visa rastrear e neutralizar a rota de explosivos, utilizados para ataques a instituições financeiras no município de Pindobaçu (BA), distante de Juazeiro (BA), cerca de 167 km. Na ação quatro emulsões explosivas, popularmente conhecidas como “bananas de dinamite”, sem numeração, foram encontradas no paiol de uma cooperativa de exploração de minérios.

Um revólver calibre 38 com seis munições do mesmo calibre e mais sete calibre 12 foram apreendidos em uma casa, que era um dos alvos dos mandados de busca e apreensão. A ação foi realizada pela Coordenação de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), com apoio da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Senhor do Bonfim), as coordenações de Fiscalização de Produtos Controlados (CFPC), de Operações Especiais (COE) e do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Policiais da CFPC com os militares do 35º Batalhão de Infantaria e do Comando da 6ª Região Militar do Exército Brasileiro realizaram fiscalizações administrativas, verificando as documentações dos artefatos. As quatro emulsões sem numeração foram destruídas por um especialista em explosivos da COE.

O delegado Odair Carneiro, coordenador de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras do Draco, detalhou a ação. “A destruição desses explosivos impede a circulação irregular dos mesmos. O maior controle desses artefatos contribui para evitar o destino para atividade criminosa”, comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco registra 450 novos casos e seis mortes por Covid-19 nas últimas 24h

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) registrou, nesta quarta-feira (8), s…