Polícia de SP conclui caso de menino morto há 2 anos no Habib’s sem apontar culpados

0

A Polícia Civil concluiu o caso do menino morto há dois anos em frente ao Habib’s na Zona Norte de São Paulo sem apontar culpados. Mas, a pedido do Ministério Público (MP), a Justiça determinou que a delegacia responsável pela investigação produza novas provas.

Os dois órgãos ainda têm dúvidas sobre as prováveis causas e eventuais responsabilidades pela morte de João Victor Souza de Carvalho. O garoto tinha 13 anos de idade quando morreu em 26 de fevereiro de 2017.

Dois funcionários da lanchonete, por exemplo, um gerente e um supervisor, suspeitos de agredir o adolescente após uma confusão não foram responsabilizados pela polícia pela morte de João Victor.

O delegado Nicola Romanini, do 28º Distrito Policial (DP), Freguesia do Ó, informa que laudos da Polícia Técnico-Científica concluíram, na verdade, que a causa da morte do menino foi infarto em decorrência do uso contínuo de droga. Não há menção de que agressões também colaboraram para a morte de João Victor. (G1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Câmara aprova PEC que permite repasse direto de recursos federais a Estados e municípios

A Câmara dos Deputados aprovou, em dois turnos, a PEC (proposta de emenda à Constituição) …