PM confirma morte dos quatro ocupantes do helicóptero desaparecido há 12 dias em São Paulo

A Polícia Militar do Estado de São Paulo confirmou a morte dos quatro ocupantes do helicóptero que estava desaparecido desde o dia 31 de dezembro, em São Paulo.

A aeronave foi localizada às 9h15 desta sexta-feira (12), em Paraibuna, no Vale do Paraíba, após 12 dias de buscas.

Os ocupantes foram identificados como o piloto Cassiano Tete Teodoro, 44 anos; o empresário Raphael Torres, de 41, que teria contratado o voo para passear na praia com a amiga Luciana Rodzewics, de 46 anos, e a filha dela, Letícia Rodzewics, de 20. O grupo iria passar a virada do ano em Ilhabela, no litoral paulista.

“Todos estão mortos. Infelizmente, queria dar uma notícia diferente, mas estão todos mortos”, confirmou o coronel Ronaldo Barreto de Oliveira, comandante da aviação da Polícia Militar de São Paulo.

Antes do acidente, Letícia enviou vídeos e mensagens ao namorado, alertando sobre as condições climáticas, mencionando neblina e baixa visibilidade no momento do voo.

Os destroços do helicóptero Robinson R-44, prefixo PR-HDB, foram encontrados pelo Águia 24, da Polícia Militar, que divulgou imagens do local do acidente nas redes sociais. A área é considerada de difícil acesso.

O helicóptero partiu no dia 31 de dezembro, do Campo de Marte, em São Paulo, com destino à Ilhabela, no litoral norte paulista.

Fechado para comentários

Veja também

Motorista morre e outro fica com 70% do corpo queimado após colisão entre dois caminhões em Curaçá (BA)

O motorista de um caminhão morreu e outro ficou gravemente ferido após os veículos colidir…