Petrolina será representada em São Paulo na etapa Regional da Olimpíada de Língua Portuguesa

0

Começa nesta segunda-feira (28), na cidade de São Paulo, a etapa Regional da 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP). O concurso avalia produções de textos para alunos de escolas públicas de todo o país. A rede municipal de Petrolina conquistou vaga na competição em duas categorias e nos próximos dias, professores e estudantes semifinalistas viajarão juntos para a capital paulista, onde participarão de atividades culturais e oficinas entre os meses de outubro e novembro. Serão cinco encontros, divididos de acordo com as categorias da Olimpíada: Crônica, Memórias Literárias, Poema, Documentário e Artigo de Opinião.

Representando o interior de Petrolina, a estudante Joelma Alves Soares dos Santos, 13 anos, da Escola José Martins de Deus, do povoado de Pau Ferro, vai ter a oportunidade de dividir com outros estudantes de várias regiões do país a produção literária “Se esse terreiro falasse…”. O texto retrata histórias da infância de pessoas da comunidade contadas por sua avó. Inscrita na categoria ‘Memórias Literárias’, a estudante espera aproveitar bem essa oportunidade. “Fiquei muito feliz quando recebi essa notícia. Minha família também ficou orgulhosa ao saber. Estou muito ansiosa, até porque será minha primeira viagem de avião. Ainda não sei como será lá no encontro, mas espero representar bem minha cidade”, afirma.

A estudante participará da programação entre os dias 28 e 30 de outubro, acompanhada de uma representante da unidade de ensino. Já na semana do dia 4 de novembro, também de Petrolina, embarca pra São Paulo- SP, a aluna Maysa Evelyn Nascimento Araújo representando a Escola Municipal Felix Manoel dos Santos, do povoado de Tapera. Ela vai concorre na categoria ‘Poema’ e deve permanecer na cidade até o dia 6 de novembro.

A secretária executiva de Ensino, Rosane Costa, acredita que a classificação das alunas mostra a força do projeto educacional que está sendo desenvolvendo na rede municipal, voltado para a efetivação da garantia dos direitos de aprendizagem com qualidade aos estudantes. “As equipes escolares, sobretudo, as professoras, que juntas com as alunas são as grandes protagonistas dessas vitórias. Temos absoluta confiança que serão cada vez mais comuns as conquistas dos nossos estudantes em olimpíadas nacionais do conhecimento, pois, é a consequência da soma de esforços conjuntos: investimento da gestão, qualidade dos profissionais e talento dos nossos estudantes”, destaca.

Nesta etapa da competição, os alunos já serão premiados com a medalha de bronze e receberão cupons para retirada de livros na livraria montada no local do evento. A Olimpíada é promovida pelo Itaú Social e o Ministério da Educação para ajudar professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Morre vítima da covid-19 o empresário Flavio Luiz

Faleceu na noite desta sexta-feira(23), em Juazeiro (BA), o engenheiro civil, administrado…