Petrolina (PE): Translado de paciente para Hospital de Campanha Monte Carmelo acontecerá exclusivamente pela ambulância, afirma diretor  Médico da Secretaria Municipal de Saúde

0

O diretor Médico da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Petrolina (PE), Diego Dourados reforçou  na manhã desta segunda-feira (25), sobre o perfil dos pacientes que serão atendidos no Hospital de Campanha montado no  Monte Carmelo e salientou que o translado  para a unidade acontecerá exclusivamente pela ambulância.

De acordo com o diretor,  serão atendidos pacientes  com classificação verde, ou seja, com suspeita clínica para coronavírus, com gravidade inicial da doença e que  apresente febre, tosse e dor de garganta. Segundo Diego, esses são critérios para que a pessoa seja encaminhada para a unidade.

O diretor explicou que o paciente precisa ser consultado, primeiro, numa Unidade  Básica  de Saúde, onde passará por uma avaliação clínica do médico e caso necessário será encaminhado para o Hospital de Campanha. ” Não é para a população ir por conta própria para o Hospital Monte Carmelo. Todo  acesso ao hospital será feito por ambulância própria do Monte Carmelo. Como funciona? Todo paciente  deve antes  procurar necessariamente a atenção básica (..) após o paciente ser avaliado pelo médico da atenção básica, esse médico solicita o internamento pelo Monte Carmelo que vai  mandar  uma ambulância até a Unidade Básica de Saúde para pegar esse paciente e conduzir ao Hospital Monte Carmelo. O translado de carro próprio entre a cidade e o monte carmelo não vai existir”, assegurou

Diego reiterou que o Hospital de Campanha vai atender  pacientes que vão ter agravo de saúde e destacou entre principais:  frequência cardíaca, frequência respiratória e saturação. “Esse parâmetro clínico vai nos dizer que se esse paciente tem ou não indicação ou não de internamento. Se o quadro for de internamento leve ou leve, vai ser orientado a ficar no Hospital Monte Carmelo. Se for grave,  ele vai ser na UPA ou Hospital Universitário”, explicou durante entrevista ao Programa Edenevaldo Alves.

Na oportunidade  Diego também afirmou que a  região escolhida para a instalação do Hospital de Campanha não apresenta nenhum tipo de risco para os moradores que residem nas imediações . “Não há porque ter qualquer tipo de preocupação para quem reside ali próximo. O risco de contaminação é zero. Não tem porque ter nenhuma preocupação neste sentido”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Boletim deste sábado registra mais duas mortes provocadas pelo novo coronavírus; agora são 28 óbitos

A Prefeitura de Petrolina confirmou três novos casos positivos da covid-19, todos por exam…