Petrolina (PE): Trabalhador pede ajuda para salvar vida de jumento que agoniza há quatro dias: “O que me rasga por dentro é ver ele sofrendo”, lamenta

“Estou sem comer e sem dormir por causa de um  jumentinho que eu tenho. Ele fica olhando para mim com as lágrimas dos olhos”, afirmou o trabalhador Cícero, durante entrevista realizada nesta quinta-feira (10, no Programa Edenevealdo Alves na Petrolina FM.

Cícero é morador da rua 9, número  1045 no bairro Mandacaru em Petrolina (PE),  e está sofrendo muito com a situação do animal que se encontra agonizando no chão de casa há quatro dias. Ambos construíram uma relação de afeto que já dura mais de 12 anos, e agora o trabalhador está aos prantos diante da situação.

Ele diz que  já foi até ao CCZ, mas que lá não conseguiu ajuda. Afirmou, também, que já deu remédio, mas o jumentinho não reage. Cícero afirma que o animal ajudava no sustento da casa, e que o pão chegava na mesa por causa da colaboração do serviço do animalzinho.

“Eu passei minha vida inteira com ele. Não sei nem se eu vou suportar. Estou sem comer e sem dormir (…) o que me rasga por dentro é ver ele sofrendo sem puder fazer nada. Ele olha como se estivesse pedindo ajuda”, lamentou.

Cícero pede ajuda para as clínicas veterinárias, e diz que se as mesmas não puderam fazer nada para salvar a vida do jumentinho, que pelo menos faça eutanásia para aliviar o sofrimento do animal.

O telefone para ajuda é (87) 8851 – 5574

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Mourão nega impeachment, mas defende ‘freios’ se presidente arriscar o país

O vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão (PRTB), falou sobre a possibilidade d…