Petrolina (PE): Ronaldo Cancão reclama sobre funcionamento do IML e demora na liberação dos corpos para as famílias

O ex-vereador Ronaldo Cancão esteve no Programa Edenevaldo Alves, na Rádio Petrolina FM e chamou atenção para a situação do Instituto Médico Legal (IML) de Petrolina (PE).

Segundo Ronaldo, muitas famílias que perdem seus parentes ainda enfrentam a dor da demora para que o IML libere o corpo da vítima. Cancão afirmou que o Instituto enfrenta falhas na infraestrutura e número reduzido de servidores trabalhando.

“Olhe, governadora,  não tem material humano, faça um contrato emergencial , abra um processo seletivo. O que não pode é uma cidade como Petrolina ficar na penalidade, referente a questão do material humano , então é uma fala que faço com serenidade sem querer encontrar culpados, mas buscando mecanismos para que a gente possa amenizar a dor das famílias, além da perca essa dor da espera”, disse Ronaldo Cancão se dirigindo ao Governo do Estado.

Fechado para comentários

Veja também

Homem é morto a tiros no distrito de Piri em Sento Sé (BA)

Um homem foi morto a tiros no distrito de Piri, no interior de Sento Sé (BA), no sábado (2…