Petrolina (PE): Restaurantes estão há quase cinco meses de portas fechadas: “vai ter muito restaurante falindo”, lamenta Chef Guimarães

0

Próximo dia 17 de agosto completa cinco meses que as portas dos restaurantes de Petrolina (PE), estão fechadas em virtude da pandemia do coronavírus.  A medida restritiva provocou uma queda alarmante no faturamento do setor gastronômico e atingiu, diretamente, vários outros trabalhadores e fornecedores.

O  sistema delivery, alternativa utilizada neste período de distanciamento social, não consegue, por sua vez, suprir todas as demandas necessárias.

“O delivery no início teve um boom, mas caiu em torno de 25% do faturamento da casa aberta. Não dá para pagar nem os custos operacionais”, afirmou o Chef Guimarães, durante LIVE realizada na noite de terça-feira (28),  no instagram do Blog Edenevaldo Alves.

Ele afirmou que seu empreendimento já tem um protocolo de convivência com a Covid-19 e reforçou que antes mesmo da pandemia, o estabelecimento adotava medidas de higienização e sanitização, como, por exemplo, o Programa de Pré- Requisito Operacional (PPRO).

O Chef Guimarães diz que entende que a responsabilidade da reabertura está nas mãos do Governo de Pernambuco, por isso, a categoria marcará com Miguel Coelho, para que ele reforce o pedido ao Governador.

“Todas as fases os outros comércios abriram, só não os restaurantes.  A gente não aguenta mais ficar fechado, porque vai ter muito restaurante falindo, como já tem muitos restaurantes fechando. Recebemos números da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), números altíssimos de bases e restaurantes fechando no Brasil e em nossa região não vai ser diferente”, lamentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também