Petrolina (PE): Regras eleitorais não valem apenas para candidados, eleitores podem ser punidos por postagens negativas em redes sociais

As leis visando as eleições municipais 2020 não são destinadas apenas aos candidatos, mas se aplicam aos eleitores.

Um exemplo, é se um eleitor faz uma propaganda negativa sobre determinado candidato, se o mesmo não tiver conhecimento, quem praticou o ato será punido.

“Uma propaganda contra a honra do candidato, da coligação ou partido como calúnia, injúria e difamação, quem vai responder é o dono da rede social, em Petrolina mesmo são mais de 200 mil candidatos, o eleitor será punido”, ressaltou o promotor de propaganda eleitoral em Petrolina, Lauriney Lopes.

As redes sociais são mais monitoradas e fiscalizadas e servem para atuar de forma democrática. Até o dia da eleição, as mídias sociais, de acordo com o promotor não deve ser um espaço para “uma terra sem lei” e cita o que não pode ser feito nesses meios.

“Conta anônima não poder ser criada, perfis falsos atribuídos a determinado candidato, os partidos não podem realizar disparos em massa de mensagens, assim como os eleitores”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE):  boletim apresenta mais 7 novos casos da covid-19  e uma morte neste domingo (24)

O boletim epidemiológico da covid-19 deste domingo, dia 24, registra sete casos novos da d…