Petrolina (PE): Professora denuncia derrubada de tamareiras na Avenida Sete de Setembro, na BR-428

A professora e moradora do bairro Loteamento Recife, Ana Rita Leandro flagrou um crime ambiental praticado em Petrolina (PE). Segundo ela, trabalhadores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estavam derrubando as tamareiras plantadas no início da Avenida Sete de Setembro (BR-428), próximo ao Monumento do Centenário, neste sábado (6).

Confira o relato:

“Infelizmente as coisas são feitas a revelia, e sem critério. O DNIT arrancou as tamareiras  que  existem há décadas, tem história nesse ponto que dá acesso a entrada da cidade, nao só embelezando mas cumprindo papel ecológico também na cidade. Passei e verifiquei tratores trabalhando,  me aproximei e perguntei aos trabalhadores que me disseram que o DNIT tinha mandado arrancar as tamareiras  e questionei onde ririam replantar. Eles disseram ‘Vamos jogar fora’. Eu disse para não fazer porque é crime ambiental. Imediatamente acionei a prefeitura  e o pessoal da Ecolurb e Agência Municipal de Meio Ambiente estiveram no local, e só assim eles pararam de arrancar”.

Ainda segundo informações da professora, o DNIT procurou a Amma na sexta-feira (5) à tarde, para saber como faria a remoção das árvores. A agência informou que seria necessário tirar o licenciamento ambiental e plano de replantio.  Mas mesmo assim, neste sábado, as tamareiras estavam sendo arrancadas.

Estamos em contato com o DNIT para buscar respostas sobre o caso.

Fechado para comentários

Veja também

Previsão do tempo: Faz sol e temperaturas variam entre 20º e 32º nesta segunda em Petrolina (PE)

A previsão do tempo para esta segunda-feira (8), em Petrolina (PE) é de sol com algumas nu…