Petrolina (PE): Parceria com o MEC garante internet de alta velocidade em escolas da rede municipal

A partir deste ano, todas as escolas e CMEIS da área urbana de Petrolina serão contempladas com internet de alta velocidade e equipamentos de conexão interna, com gerenciamento e monitoramento. Isso será possível graças à parceria entre a gestão municipal e uma iniciativa do Governo Federal. Ao todo, 58 unidades escolares da rede municipal serão beneficiadas com o projeto piloto do Programa de Inovação Educação Conectada (PIEC)/ RNP.

O projeto será realizado em seis cidades do interior do Nordeste, atendendo um total de até 500 escolas urbanas e 266 mil alunos. Em Petrolina, o investimento do PIEC nas escolas municipais e estaduais chega a R$ 516.504 mil.

Para o secretário Municipal de Educação, Plínio Amorim, a adesão a projetos como o PIEC é de extrema relevância para o desenvolvimento da educação de Petrolina. “A conectividade já era estratégica para esta geração, mas com o surgimento da pandemia e a necessidade de ensino remoto se tornou um imperativo. O PIEC vem para promover a qualidade que o ensino precisa para se transformar em aprendizagem aos nossos estudantes”, destaca.

As escolas da rede municipal já foram vistoriadas no início de fevereiro e a implantação dos equipamentos e instalação da rede de internet está prevista para entrar em funcionamento a partir da segunda quinzena do mês de março. O projeto prevê ainda capacitações de gestores, professores e outros profissionais de educação para uso de inovação e tecnologias na educação, por meio da Plataforma AvaMEC.

Projeto Piloto PIEC/RNP – O projeto piloto de interiorização de internet banda larga para a região Nordeste, com foco no atendimento de escolas de educação básica, urbanas, estaduais e municipais tem a proposta de apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica, assegurando as condições necessárias para a inserção da tecnologia como ferramenta pedagógica de uso cotidiano nas escolas públicas de educação básica. (ascom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Artigo do leitor: UMA PANDEMIA PARA MEUS FILHOS…

Um ano se passou A vida de todos mudou A rotina online nos tomou e sufocou… Corre pr…