Petrolina (PE): Pais de Beatriz Mota participarão de reconstituição do assassinato

Os pais da menina Beatriz Angélica Mota, 07 anos, morta  durante uma festa de formatura,  em dezembro de 2015, dentro do Colégio Nossa Senhora Maria Auxiliadora, em Petrolina (PE), participarão da reconstituição do assassinato nesta quinta-feira (10).

A Polícia Científica e da Polícia Civil realizam análise pericial na parte interna e externa do colégio desde a última terça-feira (08). Os trabalhos de reconstituição contam com a presença de alunos que participaram da festa no dia do crime, figurantes, fotos, suporte com uso de drones, fotografias e outras provas.

Marcelo da Silva, 40 anos, acusado pela polícia civil de ter  matado a garota Beatriz Mota, de 7 anos, vem a Petrolina (PE), sexta-feira (11) para participar da reconstituição.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Até o momento, não há notificação de casos suspeitos da varíola dos macacos no Brasil

O Ministério da Saúde criou uma sala de situação para monitorar o cenário da varíola dos m…