Petrolina (PE): “No outro dia eu tinha escola, fui de casaco para ninguém ver” relata garoto de 14 anos após ser espancado pelo pai

0

Na noite de domingo (17), deste mês, um adolescente de 14 anos viveu um dos piores momentos de sua vida . As mãos que seriam para protegê-lo, na verdade foram as mesmas que espancaram o garoto com fios de extensão.

A agressão partiu do próprio pai, que terá o nome preservado por conta das investigações. O adolescente que morava na casa da avó paterna, em Petrolina (PE), relata que após comprar uma bicicleta com o dinheiro da mesada que receberia da mãe – causou em seu pai uma certa desconfiança, que de imediato partiu para cima do garoto com agressões.

“Eu estava em meu quarto, daí ele procurou alguma coisa para me bater e, me bateu com os fios de extensão” relata o adolescente.


A violência que já era um hábito praticada pelo pai que têm a guarda menor, só foi interrompida porque a madrasta do menino, ao tomar conhecimento da agressão, impediu imediatamente.

Após os momentos de violência, o menino permaneceu calado no quarto “No outro dia eu tinha escola, fui de casaco para ninguém ver” desabafa sobre os hematomas que ficaram pelo corpo.

Segundo a mãe do adolescente que reside atualmente em São Paulo, e participou na manhã de hoje (26), do Programa Edenevaldo Alves na Petrolina FM 98,3 – logo que ficou sabendo do ocorrido se dirigiu a Petrolina (PE), em busca de justiça para o filho.

Além do boletim de ocorrência sobre o caso, foi realizado exames de corpo de delito no garoto, e o assunto está sob ciência da Vara da Família e Vara Criminal de Petrolina (PE), para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Jovem morre em trágico acidente de moto em Petrolina (PE)

Um jovem, identificado apenas como Eduardo, morreu na noite de sábado (14), num trágico ac…