Petrolina (PE): Mulher é atacada e agredida por “tarado da moto preta” após sair da igreja

0

Na quarta-feira (21), dona Sandra Pereira, vítima  do “tarado da moto preta” relatou  a agressão que sofreu pelo suspeito no último domingo (18), quando havia saído da igreja e retornava para casa.

Sandra diz que por volta das 11h da manhã  deixou o templo e voltava para casa no bairro Nova Petrolina, quando  um motoqueiro não identificado parou o veículo,  a empurrou no chão e fugiu. A vítima quebrou o braço, machucou o maxilar, pé, perna e teve outros ferimentos no corpo.

Sandra não é a primeira vítima do criminoso, já que um motoqueiro com as mesmas características e veículo tem agredido e abusado sexualmente mulheres na região dos bairros São Gonçalo, Rio Corrente,  Residencial Brasil, Residencial Nova Petrolina e Loteamento São Rafael.

Sandra afirma que seu psicológico está afetado com a agressão sofrida, e faz um apelo aos órgãos de segurança pública. “Eu estou com o psicológico abalado. Não estou conseguindo dormir (…) Quero fazer um apelo as autoridades,  polícia, todas as autoridade de segurança de Petrolina. Olhem pela gente. A gente precisa transitar por esses bairros. Minha vida parou completamente”, lamentou.

A vítima disse  que uma amiga também foi agredida pelo agressor e quebrou a clavícula. Há relatos, inclusive, de outras mulheres que foram agredidas e apalpadas pelo mesmo criminoso. Com informações Petrolina em destaque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Secretário estadual de Turismo, Rodrigo Novaes confirma diagnóstico positivo para Covid-19

O secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes (PSD), confirmou diagnóstico positiv…