Petrolina (PE) lança cartilha e estimula população a denunciar casos de abuso sexual de crianças e adolescentes

Para que a sociedade entenda e enfrente o abuso sexual de crianças e adolescentes como um problema endêmico e silencioso, que prejudica a vida de milhares de crianças e adolescentes, a Prefeitura de Petrolina e o Ministério Público, lançaram nessa segunda-feira (14), por meio de uma live no canal da Escola do Saber no Youtube, a cartilha ‘Parou Aqui”. A publicação online tem o objetivo de informar as pessoas como identificar e denunciar crimes, além de despertar o dever legal e ético de agir para proteger os menores, acionando poderes públicos.

O evento contou com a participação do secretário de Educação, Cultura e Esportes, Plínio Amorim, a secretária Executiva de Ensino, Isva Modesto, a promotora de Justiça, Tanusia Santana, gestores, coordenadores, professores e pais. A cartilha se divide em quatro partes: Entendendo a Violência Sexual, Identificando sinais e como proceder para cessar a violência e proteger a vítima, A prevenção como responsabilidade de todos e Sugestões para pesquisas e trabalhos preventivos. O material destaca como os menores podem sofrer inúmeras violações de direitos e o papel da sociedade em construir uma rede forte de proteção.

A cartilha mostra ainda, que a violência sexual contra pessoas nessa faixa etária, é de difícil identificação, pois a maioria dos casos não conta com testemunhas e a vítima tem medo de denunciar. “O objetivo desse material online é facilitar o entendimento do tema pela comunidade escolar, promovendo o fortalecimento de atitudes preventivas e protetivas, bem como, oferecer apoio, apresentando telefones de entidades e instituições que devem ser acionadas em casos suspeitos ou comprovados. É preciso alertar a comunidade sobre os sinais de abuso, para que eles não sejam naturalizados”, esclareceu Plínio.

O secretário ainda destaca que diante do lançamento da cartilha, a Rede Municipal de Ensino irá realizar várias ações pedagógicas voltadas ao tema, isso irá ocorrer dentro do Projeto Petrolina Escreve+. Os trabalhos serão vivenciados em sala e com as famílias em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Em resposta à cobrança de estudante, Guarda Civil Municipal diz que intensificará trabalho de segurança no entorno da Univasf

A Guarda Civil Municipal de Petrolina enviou uma nota em resposta à matéria publicada no b…