Petrolina (PE): Grupo de mães solicita a continuidade da função dos auxiliares especialistas para alunos com autismo

0

A representante do grupo de mães de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA)  ‘Ensinar com inclusão incluir’, Sheila Rodrigues, esteve na manhã desta quinta-feira (13) na Câmara de Vereadores de Petrolina (PE), para apresentar uma demanda que já foi repassada para administração municipal referente a extinção do cargo dos auxiliares especialistas para alunos com TEA.

Ela explica que a decisão do poder municipal trata-se de contenção de gastos, entretanto, as crianças que estão em fase inicial de alfabetização e que receberão o acompanhamento dos novos profissionais serão prejudicadas, uma vez que a adaptação ao novo formato têm um  período – que pode ser muito longo, inclusive,  pois as crianças com TEA apresentam um  tempo resposta diferente das demais.

“Esses auxiliares  representam hoje um custo-salário maior  e esses assistentes educacionais custariam no caso 50% menor para o município. Essa é a didática, não estão se  preocupando com qualidade. Os que estão entrando (profissionais)  vão receber uma capacitação inferior ao que era previsto anteriormente nos editais que nós  temos em mãos”, afirmou.

Sheila salienta que o grupo de mães está lutando para que haja  continuidade da função desses profissionais  e solicitam que a prefeitura abra de forma urgente um novo edital para atender a demanda.  ”  Fere também os princípios do direito de proteção aos autistas. Então a gente está lutando para que haja  continuidade da função (…) de forma mais urgente  através de um novo edital”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Mulher com câncer agressivo precisa de doações financeiras para custear etapa de tratamento em Recife

Mais uma vez o Blog Edenevaldo Alves reforça o apelo para que a população se sensibilize c…