Petrolina (PE): Ex-motorista  do sindicato de assalariados revela ter sofrido assédio moral, e denuncia suposto esquema de desvio de gasolina na entidade

Mais uma denúncia  contra a presidência  do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina (STTAR), se torna pública nesta quarta-feira, 1º de setembro.

O  ex-motorista da entidade, Adriano Florentino de Brito relata  que foi vítima de perseguição  e assédio moral, e responsabiliza a presidente Lucilene Lira, a ‘Leninha’ pelos episódios.

Ele relata que  tudo começou após recusar uma proposta  política da presidente, e que a situação se agravou mais ainda depois que ele descobriu um suposto esquema fraudulento de desvio de gasolina no sindicato.

“Eu estava em reunião com um assessor da casa, no momento em que nós estávamos nessa reunião a Leninha entrou e conversou comigo e com outros dois motoristas e disse que esse ano era ano político e desde já  queria apoio dos três e que  “partir de agora  vocês tem que procurar um lado político aqui dentro”, relatou.

Adriano disse que ele e outro motorista recusaram a proposta, e que  a presidente teria  cogitado colocá-los “pra fora” no próximo mês.

desvio de gasolina

O ex-motorista relatou que sua rotina “apertou” mais ainda após  descobrir a “Lava Jato de Combustíveis”, como definiu ele. Adriano diz que percebeu uma movimentação  estranha há cerca de  três meses e meio  e afirmou que carros estavam sendo abastecidos com assinaturas falsas e que havia até duplicação da identificação dos veículos que estavam dando entrada nos postos. “A partir do momento em que eu comecei a falar isso as perseguições começaram a se agravar”, relatou.

demissão

 Adriano foi demitido na terça-feira, 31 de agosto após finalizar o expediente. Ele diz foi surpreendido com um  aviso indenizado e sem nenhum comunicado sobre as motivações de sua demissão.

“Eu faço um apelo as autoridades públicas como Ministério Público e todos os órgãos que podem investigar esses casos. Eu imploro que eles possam fazer isso”.

A redação do Blog Edenevaldo Alves entrou em contato com o sindicato, mas não obteve respostas sobre o caso até o fechamento dessa matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Covid-19: Paciente diagnosticado com variante delta morre em Senhor do Bonfim (BA); outros 10 casos são detectados

Um homem de 45 anos, que foi diagnosticado com a variante delta da Covid-19, morreu em dec…