Petrolina (PE): Estabelecimentos comerciais devem obedecer decreto do Governo de Pernambuco para funcionamento

Após o Tribunal de Justiça ter suspendido o plano de retomada das atividades econômicas elaborado e executado pela prefeitura de Petrolina (PE), muita gente continua sem entender como ficará a situação do comércio depois dessa decisão.

O que acontece a partir de agora é que todas os estabelecimentos terão que funcionar conforme o “Plano de flexibilização do Governo de Pernambuco” e isso não significa que o comércio será fechado, mas, que todo o funcionamento vigente  que não estiver de acordo com o que determina o Plano do Governo,   terá que ser suspendido.

As informações recentes divulgadas pelo Governo diz que o retorno  das celebrações religiosas com ocupação de 30% do templo e a reabertura dos shoppings com restrições na praça de alimentação será na  próxima segunda-feira (22).

Diz, também, que  as lojas de varejo que tiverem  mais de duzentos metros terão que ser fechadas até domingo (21), mas poderão ser reabertas a partir de segunda-feira (22). Os estabelecimentos que tiverem até 200 metros continuarão funcionando normalmente.

As atividades também permanecem nos salões de beleza e serviços de estética; treinos de futebol profissional,  comércio de veículos, serviços de aluguel e vistoria de veículos com 50% de funcionários de venda. A respeito do retorno dos bares e restaurantes ainda não existe data prevista para o retorno.

O Governo de Pernambuco deve especificar em breve o  plano com os   ‘Novos protocolos’ das etapas de convívio de reabertura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco registra mais 10 novos óbitos pela covid-19; Pacientes tinham entre 43 e 100 anos

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, neste domingo (26/09), 205 casos da Cov…