Petrolina (PE) está bem representada nos Jogos Paralímpicos de Tóquio com Samira Brito

Prestes a completar 126 anos de emancipação política, no dia 21 de setembro, o município de Petrolina tem muito que comemorar. Um dos motivos é o incentivo e valorização ao esporte em todas as modalidades. Dos destaques mais recentes, a cidade conta atualmente com a referência em paratletismo, Samira Brito, que está em Tóquio, no Japão, participando das paralímpiadas. Na mala de viagem, a esportista de 31 anos, carregou além dos sonhos e expectativas, a bandeira de sua Terra Natal que tanto ama. As competições tiveram início no dia 24 de agosto e seguem até o dia 5 de setembro.

Samira é paratleta da Associação Petrolinense de Atletismo (APA), que teve convênio renovado com a Prefeitura de Petrolina através da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes. O incentivo financeiro concedido desde 2017 auxilia toda a equipe esportiva nas despesas em competições, como também na filiação dos atletas junto ao Comitê Brasileiro de Clubes (CPC), e outras atividades administrativas. Atualmente, Samira é a 2ª colocada no ranking mundial dos 100 e 200 metros na categoria T36- Paralisia Cerebral, e foi convocada para a seleção brasileira no mês de julho.

Em Tóquio, o sonho da medalha para a paratleta começa neste sábado (28), com a classificação dos 200 metros rasos. A competição será das 19 às 22h, horário de Brasília, com transmissão pelo Sport TV. Há apenas cinco anos competindo na categoria, a esportista já conquistou os títulos de campeã brasileira e campeã Norte/Nordeste, além de ter sido eleita a melhor atleta do Regional no ano de 2020. A convocação para disputar os Jogos Paralímpicos veio para consagrar os grandes resultados obtidos pela paratleta.

“Estamos muito orgulhosos e felizes por ter uma petrolinense representando o Brasil no maior evento esportivo do mundo. Desejamos muito sucesso pela garra e dedicação de Samira, que foi em busca de um grande sonho e dizer que estamos vibrando junto com ela. Quero destacar também que o mais importante não são as medalhas e sim as experiências de vida adquiridas na competição”, finalizou o secretário Executivo de Esportes, Jerfferson Correia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Pernambuco tem 191 casos da Covid-19 e sete óbitos em 24h

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (27), 191 casos da …