Petrolina (PE): Equipamentos do desativado Hospital de Campanha estão sendo cedidos ao município a título de empréstimo, diz nota

Sobre os equipamentos do desativado Hospital de Campanha do Governo de Pernambuco, em Petrolina (PE),  que estavam sendo retirados  da Escola Centro Social Pio XI e colocados em vários caminhões na quarta (31) e quinta-feira (01), a redação do Blog Edenevaldo Alves também solicitou uma nota da prefeitura após a  Secretaria Estadual de Saúde afirmar que os equipamentos seriam cedidos ao município.

Os equipamentos estavam parados na escola desde a desativação do Hospital de Campanha,  em novembro de 2020,  e a retirada chamou  atenção  da populares e até de um  vereador  que registraram toda a ação e questionaram o destino do material  ao Governo de Pernambuco.

Em nota, a prefeitura reforçou que os aparatos serão cedidos a Petrolina, no entanto,  a título de empréstimo.

Confira:

“Levando em consideração a força-tarefa em combate à pandemia, a Secretaria de Saúde de Petrolina esclarece que ao saber da retirada dos equipamentos que faziam parte do Hospital de Campanha do Estado que foi desativado, o município entrou em contato com a Secretaria de Saúde de Pernambuco e solicitou que fossem cedidos alguns equipamentos, visto que, com a alta taxa de ocupação dos leitos de UTI e o aumento na procura por leitos intermediários, a gestão municipal está qualificando os leitos do Hospital de Campanha.

Com a aprovação da Secretaria Estadual, foi solicitada a lista dos equipamentos, sendo enviada a mesma através de e-mail pela secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque.

A Secretaria municipal esclarece que os equipamentos estão sendo cedidos ao município a título de empréstimo, e não são todos. Até o momento, a prefeitura ainda não recebeu os equipamentos que serão utilizados”,  diz a nota enviada na quinta-feira (1º).

foto: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Covid-19: Merendeira que ajudou crianças em massacre de Suzano (SP) é a 1ª profissional da categoria a ser vacinada no Brasil

A funcionária da cozinha Silmara Cristina Andrade, 51, da escola Estadual Raul Brasil, em …