Petrolina (PE): Empresário critica duramente o governador Paulo Câmara e pede reabertura de bares e restaurantes

1

Diante da pandemia do novo coronavírus, os bares e restaurantes amargam vários prejuízos. Com a crise, muitos empresários tiveram que demitir seus empregados.

Em Petrolina essa é a realidade do setor de bares, que está fechado há quase cinco meses e mesmo com o serviço delivery, os estabelecimentos já estão trabalhando do “vermelho”.

O empresário da Nord Haus em Juazeiro (BA) e Haus Bier em Petrolina (PE), Emerson Castro participou da live do Instagram Blog Edenevaldo Alves desta terça-feira (28) e confirma a crise que vem abalando a região por medidas que para ele não são válidas para o Sertão.

“Podemos viver com esse vírus com protocolos e os bares não são diferentes, estamos fechados desde o início da pandemia e qual a justificativa dessa decisão e a racionalidade disso? Os parques e o comércio abertos, e os restaurantes fechados”, ressaltou.

Para Emerson quando o poder público escolhe fechar restaurantes e bares significa a falência e o aumento do desemprego.

“Se não voltar a reabrir logo, vamos ter que começar a demitir, nós não vivemos do poder público, o poder público que vive da gente, desde junho estamos na expectativa de retomada, nós já temos condições para isso, solicitamos medidor de temperatura, tapete para os pés, cardápio reduzido e digital, maquinetas embaladas e rotina de esterilização, mas enquanto isso não acontece nós estamos no vermelho”, afirma.

Em Juazeiro existe um plano de reabertura de bares e restaurantes para o dia 10 de agosto. Já em Petrolina ainda não existe uma precisão, pois o município depende do plano de retomada das atividades por decisão do Governo de Pernambuco, atitude essa que o empresário criticou duramente.

“Nós nunca tivemos saturação no sistema de saúde e os casos estão decaindo, os outros podem reabrir, mas nosso setor não, nós não podemos fracassar, o governador de Pernambuco fica distante, mas nós temos senadores, deputados e prefeitos que podem nos ouvir, Miguel Coelho mesmo tem que ser ouvido pelo governador, que lá de Recife manda fechar algo em Petrolina que fica a quilômetros de distância, quem é ele pra fazer isso? Tem que ter respeito”, conclui Emerson Castro.

1 Comentário

  1. suely santana gomes

    30 de julho de 2020 em 21:12

    sei que o vírus existe e ninguém ta livre de pegar, mas o comercio não esta aberto? por que não bares e restaurantes ? meso com delivre não da para pagar as contas e as pessoas não são obrigada a sair de casa
    prefeito tem que ver que precisamos trabalhar também, serviço gera emprego.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Média de mortes por Covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana

A média diária de mortes por covid-19, de acordo com a média móvel de sete dias, no Brasil…