Petrolina (PE): Comerciantes da Vila Eulália na Avenida Sete de Setembro amargam prejuízos por falta de infraestrutura

Comerciantes que ficam à margem da Avenida Sete de Setembro na Vila Eulália estão na bronca com a Prefeitura de Petrolina (PE).

Eles relatam que desde as primeiras chuvas de novembro de 2021, crateras se abriram na frente das lojas, e isso criou dificuldades para que os clientes possam comprar e trafegar com segurança.

“Para Marcos César, proprietário de uma loja, o faturamento caiu depois que a rua ficou intransitável. “Já tive que demitir dois funcionários e vai chegar ao ponto de fechar meu estabelecimento comercial, um verdadeiro absurdo. Pagamos uma carga tributária grande e não temos infraestrutura”, desabafou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE) se destaca em um dos maiores eventos sobre cidades inteligentes da América Latina

A cidade de Petrolina, mais uma vez, se destacou pelas suas inovações tecnológicas voltada…