Petrolina (PE): Colaboradores do Hospital Universitário são treinados para formação da Brigada de Incêndio

A proteção da vida e do patrimônio são essenciais para as atividades da administração pública, sobretudo em uma instituição como o HU-Univasf/Ebserh, cujo compromisso social está diretamente alinhado a esta premissa. Neste sentido, colaboradores de diversas áreas estão sendo treinados para a prevenção e combate a incêndios, seguindo normativas técnicas nacionais.

Para a formação da Brigada de Incêndio, facilitada através da equipe de Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho (SOST/DivGP) do HU, foi necessária a elaboração de um Plano de Atendimento a Emergências (PAE), consistindo na formalização de uma estrutura mínima para atendimento a eventuais situações emergenciais que possam ocorrer nas dependências do hospital. O Plano objetiva orientar equipes para atuarem de forma eficaz e organizada na identificação, controle e extinção de sinistros no menor espaço de tempo possível.

Os integrantes da Brigada foram selecionados a partir de um edital divulgado para todos os colaboradores que realizam atividades permanentes no HU e os treinamentos haviam sido iniciados no final de 2019. A previsão era que o processo fosse concluído em 2020, no entanto, em função das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, os encontros tiveram que ser suspensos e foram retomados em março deste ano, após imunização dos profissionais envolvidos.

De acordo com Heitor Leite, Gerente Administrativo do HU-Univasf, “trata-se de uma atividade de grande importância para preservação do patrimônio e, principalmente, das vidas, em caso de sinistro. O planejamento e o treinamento são essenciais para que bem cumpram a missão. Estão de parabéns pela abnegação”, ressaltou o gestor.

O treinamento inicial envolve atividades teóricas e práticas sobre combate a incêndio e primeiro socorro, seguidas de simulações de abandono de área, operacionalizados pelo Plano de Evacuação e Remoção dos Pacientes. As ações de capacitação da Brigada seguirão até maio e visam a formação de 270 brigadistas.(ascom)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 está em 33%

A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid de Juazeiro (BA) está em 33%. A informação está …