Petrolina (PE): CDL e Sindilojas apresentam projeto do Natal da Cidade voltado ao ‘novo normal’

0

Um novo conceito de campanha para um novo normal. Preocupados em manter o comércio aquecido e, sobretudo, auxiliar na recuperação da economia local e incentivar os consumidores a comprarem em estabelecimentos do município, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Sindicato do Comércio Varejista de Petrolina – SINDILOJAS realizaram neste mês de setembro, mais uma Assembleia Extraordinária em conjunto.

A reunião foi online, e contou com a presença de vários associados e empresários que puderam dar suas sugestões para que a campanha possa acontecer neste ano de forma mais criativa, diferenciada e com maior participação dos lojistas.

“Devido aos danos causados na economia local pela pandemia do novo coronavírus, tivemos que reprogramar a campanha por três vezes. Agora, com a realização desta assembleia e a aprovação por unanimidade do projeto, muito em breve, teremos novidades e o lançamento oficial da campanha Natal da Cidade 2020. Quero dizer ainda, que todos nós estamos trabalhando com afinco para que possamos promover uma brilhante Festa do Comércio”, adiantou o presidente da CDL, Manoel Vilmar.

Na oportunidade, o presidente do Sindilojas, Joaquim de Castro pontuou que “Este tem sido um ano atípico, bastante desafiador. Pensamos nos detalhes e elaboramos um projeto com muito carinho, que venha a envolver não somente o lojista, mas a sociedade como um todo. O espírito natalino está presente em nossas vidas e, mesmo com adequações dos novos tempos, do novo normal, está mais do que nunca em nossos corações. Então, vamos nos preparar sempre reforçando os cuidados com os protocolos de segurança para vivenciarmos o Natal no comércio de Petrolina”.

Vale salientar que a campanha desenvolvida pelas duas entidades representativas do comércio varejista obedecerá todos os critérios determinados pelas autoridades sanitárias no que diz respeito às medidas de combate à disseminação da covid- 19. Algumas ações foram redimensionadas para evitar aglomerações, e iniciativas como compras por aplicativos e sites de empresas locais serão estimuladas. (ascom)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

STF nega pedido da União para retirar terras do Polígono da Maconha no Sertão de Pernambuco

Por maioria de votos, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) reafirmou seu posiciona…