Petrolina (PE): Após reclamações sobre pagamento de seguro habitacional das casas da Cohab, advogados esclarecem; veja

O blog recebeu dezenas de reclamações de pessoas que fizeram um acordo durante o mutirão de conciliação das ações de seguro habitacional das casas da Cohab, em Petrolina (PE).

Segundo as denúncias, o pagamento do seguro foi prometido para ser cumprido em 15 dias, o que não ocorreu. “Disseram que era para pagar em 15 dias úteis, já fez um mês que assinamos e estão com enrolada pagando uns e outros não. Pedindo para gente ter paciência”, contou uma leitora.

Entramos em contato com o escritório de advogados responsável e eles nos enviaram a seguinte nota:

“O mutirão de conciliação das ações de seguro habitacional que aconteceu em Petrolina dos dias 10 a 14 de junho foi uma iniciativa do STJ, TJPE, TRF da 5ª Região, Sul América Companhia Nacional de Seguros, CEF e advogados dos mutuários.

Estavam durante o evento juízes, desembargadores, conciliadores, funcionários da justiça, imprensa e todos empenhados em resolver mais rapidamente os processos e o recebimento dos valores, que ficou com o prazo de 15 dias úteis.

Ressalto que já receberam os valores em suas contas 90% da pessoas que fizeram o acordo e apenas 10% estão sem receber, em razão de
neste mutirão a CEF ter implantado um novo sistema para pagamento que, infelizmente, teve um problema operacional.

Nós, advogados dos autores, estamos constantemente em contato com os advogados da CEF e o apoio deles cobrando uma solução o mais rápido possível e responderam que até o final do dia tudo estará resolvido.

Havendo qualquer dúvida deve ser procurada a CEF, que é a fonte pagadora.

Por fim, pedimos um pouco mais de paciência a todos vocês.

Gamborgi, Bruno e Camisão Advogados Associados.”

Deixe um comentário

Veja também

Homem é morto a tiros no distrito de Piri em Sento Sé (BA)

Um homem foi morto a tiros no distrito de Piri, no interior de Sento Sé (BA), no sábado (2…