Petrolina: ‘É uma tentativa de criar um palanque político’, dispara comandante do 2° BIEsp sobre acusações envolvendo a PM em evento no bairro Rio Corrente

1

O comandante do 2° BIEsp, tenente-coronel André Luiz Cabral classificou o episódio registrado na noite de domingo (24) durante um evento no Céu das Águas no bairro Rio Corrente em Petrolina (PE),  como “uma  tentativa de criar um palaque político em cima do trabalho legal e legítimo da polícia militar”, conforme pontuou durante entrevista ao Programa Edenevaldo Alves na Petrolina FM.

O tenente disse que os participantes  criaram um tom e viés de descriminação racial afirmando que o suspeito estava sendo abordado só “porque era negro e pobre”. Ele disse também que a abordagem não está associada a nenhuma conclusão dos participantes do evento.

O comandante salienta que será instaurado um procedimento apuratório para estudar, analisar a atuação da pm no evento. “Nós trabalhamos com lisura, transparência e não admitimos abuso em excesso”, concluiu

1 Comentário

  1. Simone Carvalho

    26 de novembro de 2019 em 11:42

    Coronel, fique tranquilo! Quando envolve esse “povo” cheio de vitimismo, sempre tem que ter sensacionalismo. Eles adoram holofotes. Mas graças a Deus essa espécie está extinção! Faça a sua parte, que por sinal está sendo muito bem feita e, deixa essa ” praga do Egito” chamada PT, ir para &$#@*
    A população petrolinense agradece à PM!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Umidade mínima do ar chega a 25% nesta quinta-feira (22) em Petrolina (PE)

A baixa umidade do ar deve atingir mínima de 25% nesta quinta-feira (22) em Petrolina (PE)…