Petrolina: Acusação de compras de votos nas eleições do Conselho Tutelar; Candidato nega

1

O presidente da Associação de Moradores do Bairro Cacheado, em Petrolina (PE), Paulo Henrique Amorim, gravou um vídeo para denunciar a compra de votos nas eleições do Conselho Tutelar do município.

O comprometedor conteúdo do vídeo começou a circular nas redes sociais no início da noite de sábado (05), vésperas do pleito eleitoral e acusa o candidato a conselheiro, Hiago Cavalcanti.

A redação deste Blog entrou em contato com Paulo e o mesmo informou que foi contratado por Hiago para conseguir 250 votos e que agora soma algumas dívidas. “Eu simplesmente contratei três carros, 300 reais em dinheiro, tanque cheio, para locomover as pessoas, no fim, depois que contrato o povo, ele diz que não precisa mais”, afirmou.

A equipe deste veículo de comunicação também conversou com o candidato que está sendo acusado pelo presidente da associação do bairro Cacheado. Em resposta, Hiago afirmou que não realiza esse tipo de serviço e que durante uma conversa com Paulo,  sugeriu, apenas, que ele conseguisse  votos em razão da liderança  que exerce.

“Na verdade ele está revoltado porque não aceitei pagar nada a ele. Não trabalho dessa maneira, nem no Cacheado nem em qualquer outro bairro”. O candidato também salientou que o caso será levado para a justiça.

1 Comentário

  1. Comissão - Processo Eleitoral

    6 de outubro de 2019 em 21:39

    A comissão Eleitoral, recebeu o vídeo e irá instalar uma sindicância e vai apurar a irregularidade, será encaminhado copia do material ao Ministério Publica para averiguações, como também prazo para o candidato se justificar.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Juazeiro (BA): Polícia investiga morte do empresário ‘Santaninha’ e de um contador no distrito de Maniçoba

A polícia Civil investiga as motivações de um tiroteio que aconteceu na noite de sábado (1…