Pernambuco supera 85 mil casos da Covid-19

0

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, nesta sexta-feira (24), 1.802 novos casos da Covid-19. Com isso, Pernambuco ultrapassou a marca de 85 mil diagnósticos positivos para infecção pelo novo coronavírus. Agora, são 85.042 casos oficialmente notificados, sendo 22.719 pacientes que desenvolveram Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 62.323 que tiveram sintomas leves da Covid-19. Entre os casos adicionados nesta sexta, 166 são graves e 1.636, leves.

Nas últimas 24 horas, foram adicionadas também 1.635 curas clínicas, subindo para 61.995 o total de recuperados da doença no Estado. Desse grupo, 11.919 foram pacientes graves, que demandaram leitos no sistema de saúde, e 50.076, casos leves. O boletim desta sexta registrou ainda mais 26 mortes em razão da Covid-19, ocorridas entre os dias 7 de maio e 23 de julho.

Os pacientes (16 do sexo feminino e 10 do sexo masculino) eram residentes nos municípios de Bonito (1), Camaragibe (1), Caruaru (1), Catende (1), Garanhuns (1), Igarassu (1), Jaboatão dos Guararapes (2), Passira (1), Pesqueira (1), Petrolina (2), Recife (6), Salgadinho (1), Santa Cruz do Capibaribe (2), São Bento do Una (2), São Lourenço da Mata (1), Sirinhaém (1) e Vitória de Santo Antão (1). Eles tinham idades entre 3 e 85 anos – 0 a 9 (1), 30 a 39 (1), 40 a 49 (3), 50 a 59 (4), 60 a 69 (10), 70 a 79 (4), 80 anos ou mais (3).

Das 26 vítimas, 19 apresentavam comorbidades confirmadas: diabetes (8), doença cardiovascular (6), hipertensão (6), obesidade (3), doença de Alzheimer (3), AVC (2), câncer (2), imunossupressão (1) e doença respiratória (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação. Assim, já são 6.327 pessoas que não resistiram às complicações provocadas pelo novo coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Média de mortes por Covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana

A média diária de mortes por covid-19, de acordo com a média móvel de sete dias, no Brasil…