Pernambuco: Secretaria Estadual de Saúde registra diminuição no número de atendimentos nas emergências durante Carnaval 

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) apresentou, na quinta-feira (15), um balanço das ações realizadas pela pasta durante o Carnaval 2024. Ao longo dos dias da Folia de Momo, a Saúde intensificou a atuação em diversos serviços à população, incluindo a Operação Lei Seca (OLS).  Além disso, as equipes da SES-PE trabalharam em outras frentes. Das abordagens educativas de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), passando pelo reforço das escalas das grandes emergências do Estado ao acolhimento das mulheres vítimas de violência neste Carnaval.

Com relação à Operação Lei Seca, as atividades foram promovidas na Região Metropolitana do Recife (RMR) e em cidades do interior do estado, onde o fluxo de turistas aumenta consideravelmente no período carnavalesco. Em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran/PE), Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE), a OLS realizou fiscalizações 24h por dia, durante todo o período de Carnaval.

Foram montadas 64 blitzes e ações, com mais de 22 mil condutores abordados, que resultaram em 1.100 autuações diversas, sendo 267 por alcoolemia. As equipes estiveram em rotas estratégicas, que incluíram os municípios de Bezerros, Goiana, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Nazaré da Mata, Olinda, Paulista, Pesqueira, Recife e Tamandaré.

As atenções da SES-PE também se voltaram à segurança do folião, no que diz respeito à prevenção contra as ISTs. As abordagens educativas de prevenção foram centralizadas no Galo da Madrugada, um dos marcos do Carnaval pernambucano, no sábado de Zé Pereira. Durante o evento, foram distribuídos 216 mil preservativos externos, 50 mil sachês de gel lubrificante, 1.600 preservativos internos, além de 4 mil panfletos informativos.

Em cinco dias de monitoramento do fluxo das grandes emergências do Estado, a SES-PE registrou diminuição no número de atendimentos, em relação ao ano de 2023. Os dados começaram a ser coletados às 19h da última sexta (09/02), seguindo até às 07h desta quarta-feira (14/02).

No sábado (10/02), a diminuição foi de 25,25%; no domingo (11/02), de 10,12%; na segunda-feira (12/02), de 10,99%; na terça-feira (13/02), a queda apontada foi de 12,42%; e, na quarta-feira (14/03), até às 07h, os registros mostraram uma redução de 9,64% no número de assistências. Nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), detectou-se a mesma baixa no fluxo, em relação ao ano anterior, no sábado (-31,59%), no domingo (-4,25%) e na segunda-feira (-11,97%). Já na terça e na quarta-feira, as UPAs mostraram um aumento no número de atendimentos, com 13,39% e 14,42% a mais, respectivamente, até às 7h da quarta-feira.

Fechado para comentários

Veja também

Estudante de psicologia morre ao ser atropelada no Recife (PE)

O acidente que matou a estudante de psicologia Ryandrha Campêlo, de 21 anos, aconteceu na …