Pernambuco registra queda de 10% no número de divórcios em 2020

O número de divórcios em Pernambuco voltou a cair no começo da pandemia. Em 2020, foram concedidos 12.544 divórcios judiciais e extrajudiciais, 10% a menos em relação a 2019, quando houve forte aceleração e foram registrados 13.938 divórcios. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil também teve uma queda de 13,5% nos divórcios.

Uma das principais causas para a queda do número de divórcios a nível nacional e local foi a dificuldade na coleta de dados devido ao sistema de trabalho remoto nas varas de família durante a pandemia. Muitos processos podem ter sofrido atrasos no período. Os obstáculos à coleta de dados também explica o adiamento da divulgação dos números das Estatísticas do Registro Civil relativos aos divórcios pelo IBGE.

Em Pernambuco, 6.194 divórcios, ou 49,4% do total, ocorreram em casamentos de até dez anos de duração, 3.128 dissoluções (24,9% do total) aconteceram em uniões de 10 a 19 anos e 3.205 divórcios (25,5% do total) foram registradas em uniões de 20 anos ou mais. Em 17 divórcios não foi informada a duração do casamento.

A idade média dos cônjuges ao se separar foi de 42,8 anos para os homens e 39,6 anos para as mulheres. Essa idade média das dissoluções de casamentos em 2020 teve leve diminuição em uma década, já que, em 2010, os homens se separaram, em média, aos 43,4 anos e as mulheres, aos 40,6 anos.

Em 2020, 22,7% das separações de casais com filhos menores no estado optaram por essa modalidade, contra 19,9% em 2019 e 16,3% em 2018. No entanto, essas porcentagens são inferiores à média nacional, de 31,3% para a guarda compartilhada. Mesmo com o avanço na guarda compartilhada, mulheres ainda predominam quando se trata da guarda dos filhos. A responsabilidade recai exclusivamente sobre elas em 57,3% dos divórcios no Brasil; no estado, a proporção é ainda maior, com 70,6%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

América Latina: Primeiro caso de varíola do macaco é confirmado na Argentina

O primeiro caso de varíola do macaco foi confirmado na América Latina na sexta-feira (27).…