Pernambuco registra 512 casos prováveis de dengue nas quatro últimas semanas; alta é de 57,5%

Pernambuco contabiliza 512 casos prováveis de dengue. Do total, 55 já foram confirmados. Os demais estão sendo investigados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), que não notificou nenhum caso grave até o momento.

Os dados são do Informe Epidemiológico de Arboviroses, com números das semanas epidemiológicas de 1 a 4, que correspondem ao período de 31 de dezembro de 2023 a 27 de janeiro deste ano.

Segundo o documento, o número de casos prováveis de dengue é 57,5% maior se comparado ao mesmo período do ano anterior, quando foram registrados 325 casos em investigação. A incidência é de 5,7 casos prováveis por 100 mil habitantes.

Dos atuais 512 casos prováveis de dengue, 70,5% são em pessoas pardas. Entre os homens, a faixa etária com mais registros é de 30 a 39 anos, seguida de 20 a 29 anos.

Já entre as mulheres, os casos prováveis atingem em maior quantidade o grupo de 20 a 29 anos, seguido da faixa dos 15 aos 19 anos.

Em 2024, o Recife registrou 70 casos prováveis, já Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, contabilizou 49. No Agreste, os destaques são Gravatá, que notificou 56 casos prováveis, e Caruaru, com 33 registros.

Chikungunya

O Informe Epidemiológico de Arboviroses também traz 146 casos prováveis de chikungunya, sendo 15 deles já confirmados pela SES-PE. O número de casos prováveis é 18,9% menor quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 180 registros.

Entre as mulheres com chikungunya, a incidência tem sido investigada em maior número no grupo com 20 a 29 anos. Já entre os homens, a faixa etária com maior incidência é dos 30 aos 39 anos.

Zika

O documento apresenta, ainda, 11 casos prováveis de zika, todos eles em investigação. Nenhum foi confirmado até o momento. De acordo com a SES, um dos registros em análise é de uma gestante, que não teve outras informações divulgadas.

Com os 11 casos em investigação nas semanas de 1 a 4, houve um aumento de 37,5% nos casos de zika em Pernambuco quando comparado ao mesmo período do ano anterior, que registrou 8 casos prováveis.

O destaque deste ano está para a faixa etária do público masculino, com casos prováveis em três grupos: 0 a 4 anos, 20 a 29 e 30 a 39 anos. Já no grupo feminino, o destaque é o grupo de 20 a 29 anos.

Fechado para comentários

Veja também

Uber libera função Adolescentes para todo o Brasil; saiba como configurar o recurso

Desenvolvido para possibilitar o uso do aplicativo de mobilidade da Uber por adolescentes …