Pernambuco: Polícia Federal alerta sobre perfis falsos de hotéis e pousadas que estão aplicando golpes financeiros

0

Este slideshow necessita de JavaScript.

 A Polícia Federal alerta à população para os crimes aplicados através de perfis falsos nas redes sociais  de hotéis e pousadas em Pernambuco. De acordo com a PF, bandidos estão se aproveitando da grande procura de   compras de pacotes e diárias de final de ano para aplicar golpes financeiros e clonar o número de whatsapp dos clientes. No golpe, os bandidos solicitam dados pessoais do cliente para fazer  a reserva do quarto  e clonam WhatsApp para aplicar um dos golpes.

A Polícia Federal salienta que o golpe tem dois objetivos: clonar o whatsapp das vítimas e aplicar golpes financeiros. No primeiro a quadrilha se utiliza de perfis falsos com o mesmo nome dos hotéis, pousadas e empresas no Instagram e facebook a partir daí se comunicam com potenciais clientes/vítimas, oferecendo diárias a preços promocionais e até mesmo sorteios de pacotes grátis de hospedagem e jantar romântico.

Em contato com o cliente os criminosos pedem o nome e número de celular e na sequência informam que a pessoa vai receber um SMS e precisa que confirme pra eles os seis dígitos que recebeu no celular. Após a confirmação do código o WhatsApp é instalado no celular da quadrilha e eles passam a se comunicar com a lista de todos os contatos da vítima para pedir ajuda financeira em dinheiro se passando pelo proprietário da linha do celular.

Já para aplicar golpes financeiros a tática é idêntica, a quadrilha se utiliza de perfis falsos com o mesmo nome dos hotéis, pousadas e empresas no Instagram e facebook a partir daí se comunicam com potenciais clientes/vítimas, oferecendo diárias a preços promocionais e até mesmo sorteios de pacotes grátis de hospedagem e jantar romântico. Diferente do anterioso, os criminosos enviam um número de uma conta como sendo do hotel, pousada ou empresa para depósito em dinheiro com um desconto promocional e quando a pessoa chega no hotel para se hospedar descobre que foi lesado e que não existe reserva no hotel ou pousada.

A PF disponibiliza uma lista com doze passos a população se proteger dos golpes. Confira:

 1-Os hotéis e pousadas não solicitam dados pessoais em suas comunicações com clientes através das redes sociais. Todos os contatos realizados pelas equipes dos hotéis com os clientes e hóspedes, através destes canais, são reativos – eles respondem às solicitações primeiramente feitas pelos clientes
2-Nunca preencha nenhum cadastro, formulário ou pesquisa fornecendo seus dados financeiros ou pessoais através de links enviados pelo WhatsApp, tais como: senha de bancos, cartão de crédito, conta corrente, benefícios e nem qualquer código recebido por SMS em seu celular para terceiros.
3-Verifique a data de criação do perfil. Se foi criado há pouquíssimos dias de uma pousada que já está há um bom tempo no mercado – desconfie.
4-Observe o número de seguidores e publicações do perfil da pousada ou hotel. Geralmente quando a página é falsa o número de pessoas seguindo e a quantidade de publicações e fotos costumam ser muito abaixo do perfil verdadeiro.
5-Anote o endereço correto da pousada ou hotel e salve no seu navegador! Evite fazer uma consulta por nome, porque o risco de vir uma página falsa é grande.
6-Confirme se a grafia do nome da conta do Instagram ou facebook é realmente do hotel, pousada ou empresa. Não existe duas contas com nomes iguais. Quando alguém cria uma conta falsa se faz necessário adicionar uma letra ou número para diferenciar da original.
7-As pessoas são tomadas pela emoção e acabam agindo no impulso. Ao receber uma mensagem dizendo que ganhou uma viagem ou estadia numa pousada totalmente grátis, verifique se a conta é verdadeira antes de fazer qualquer depósito ou transferência em dinheiro.
8-Ao receber uma mensagem com promoções tentadoras desconfie sempre antes de clicar nos links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais é melhor apagar.
9-Não compartilhe links duvidosos com seus contatos sem antes saber se são autênticos – você pode estar sendo usado por bandidos para espalhar o golpe e prejudicar outras pessoas, inclusive seus parentes.
10-Cuidado com o imediatismo de mensagens tais como: último dia, promoção vai até hoje! Urgente, não perca essa oportunidade, quase sempre tais conteúdos querem fazer com que as pessoas não pesquisem a veracidade da promoção na página da empresa ou órgãos oficiais.
11-Certifique-se no site oficial da empresa sobre o está sendo oferecido, principalmente quando se tratar de supostas promoções, ofertas de dinheiro, brindes, descontos ou até promessas de emprego. Vários perfis do Instagram de pousadas, hotéis e empresas já exibem alerta sobre golpes.
12-Ao entrar em qualquer página verifique se existe um cadeado cinza no canto superior esquerdo da página – isso atesta que sua conexão não foi interceptada e que o site está criptografado para impedir golpes. (informações PF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE) registra 80 casos novos da covid-19 nas últimas 24h

O boletim epidemiológico da covid-19 desta quinta-feira, dia 14, registra 80 casos novos d…