Pernambuco: Ministério Público arquiva inquérito que apurou acidente de trânsito com a cantora gospel Amanda Wanessa

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) arquivou o inquérito policial que apurou o acidente que deixou gravemente ferida a cantora gospel Amanda Wanessa, de 34 anos. Por meio de nota, o MPPE informou que a Promotoria de Justiça de Rio Formoso “promoveu o arquivamento do inquérito policial e remeteu os autos ao Poder Judiciário”.

Por meio de nota, o Tribunal de Justiça de Pernambuco informou que o MPPE enviou o inquérito com pedido de arquivamento da denúncia de lesão corporal culposa por entender que não houve conduta criminosa por parte da cantora.

Ainda segundo o TJPE, a Justiça analisa, a partir do dia 24 de maio, se homologa ou não o arquivamento do inquérito criminal.

“Se esta homologação não for realizada, o inquérito será remetido para a Procuradoria-Geral de Justiça, maior autoridade do MPPE, para decidir se encaminhará denúncia criminal ou não”, disse o TJPE, na nota.

Conclusão do inquérito policial
A Polícia Civil concluiu, no dia 13 de maio, o inquérito que apurou o fato e constatou que a cantora causou o acidente de trânsito. Na ocasião, a polícia informou que “a vítima deu causa ao acidente” e que o inquérito foi concluído “sem indiciamentos”.

A conclusão do inquérito diverge da versão apresentada pela família da artista na época do acidente, no dia 4 de janeiro, na PE-60, em Rio Formoso, na Zona da Mata de Pernambuco.

Após a colisão, os parentes de Amanda Wanessa disseram que um caminhão de tijolos teria invadido a faixa contrária, colidindo com o veículo em que a cantora e as outras três pessoas estavam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

PRF realiza operação em Salgueiro (PE), Cabrobó (PE) e Belém de São Francisco (PE) com apoio de cães farejadores

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), através do Grupo de Operações com Cães (GOC), realizou…