Pernambuco e Acre empatam como os dois estados que menos testam Covid-19 no País, diz IBGE

Entre estados que menos testam para a Covid-19 no País, Pernambuco aparece no topo da lista, empatado com o Acre. A informação está nos resultados do PNAD Covid para o mês de outubro, divulgados nesta terça-feira (1º), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O levantamento trouxe dados sobre saúde, mercado de trabalho, comportamento da população durante a pandemia e outros indicadores.

Pernambuco, por outro lado, alcançou 17,1% de taxa de desocupação de leitos. Esse é o maior percentual registrado desde o início da pesquisa, em maio. Além disso, o número de pessoas que não fez qualquer restrição de contato social mais que dobrou entre setembro e outubro, passando de 255 mil para 577 mil pessoas.

No Estado, 753 mil pessoas, ou 7,9% da população, fizeram algum teste para detectar Covid-19 do início da pandemia até o mês de outubro – o número é o mesmo do Acre como o estado que menos testou no país. Nos três meses anteriores, Pernambuco havia ocupado sozinho o último lugar nacional.

Através de nota, a Secretária Estadual de Sáude (SES-PE) informou que, ‘desde o início da pandemia da Covid-19, Pernambuco tem investido fortemente na ampliação da oferta dos exames de biologia molecular (RT-PCR), considerado padrão ouro por identificar a infecção na sua fase aguda, quando há maior risco de transmissão. Esse trabalho permitiu a ampliação do público prioritário para testagem e o seguimento das etapas do Plano de Convivência”.

No Brasil, 12,1% das pessoas fizeram teste para detectar o vírus em outubro contra 10,4% em setembro. No Nordeste, a proporção é ainda menor: 11,3%.

A PNAD Covid detectou que, em outubro, 99 mil pessoas a mais em Pernambuco disseram ter realizado algum tipo de testagem relacionada ao novo coronavírus em comparação ao mês anterior, quando o percentual de população testada no Estado foi de 6,8%. A quantidade de pessoas testadas tem crescido desde julho, quando a PNAD Covid divulgou dados sobre testagem pela primeira vez, mas não o suficiente para fazer Pernambuco sair da última posição pelo quarto mês seguido.

O aumento no número de testes também se refletiu em uma elevação nos resultados positivos: aproximadamente 1,6% da população do Estado disse ter testado positivo para o novo coronavírus em outubro, em comparação a 1,4% em setembro. No Brasil, o índice de positivados foi de 2,7% da população do país em outubro, frente a 2,3% no mês anterior.

Das 753 mil pessoas testadas em Pernambuco, 279 mil realizaram o swab, ou seja, com cotonete na boca e no nariz, e 69 mil (24,9%) tiveram resultado positivo. Já 352 mil fizeram o teste rápido com coleta de sangue através de furo do dedo e 58 mil (16,5%) testaram positivo, percentual inferior ao do mês de setembro, quando a proporção foi de 17,8%; enquanto 227 mil fizeram o teste de sangue com Covid por meio de veia no braço, sendo 60 mil (26,2%) com Covid confirmada. Uma pessoa pode ter feito mais de um tipo de teste.

Assim como ocorreu desde que a PNAD Covid passou a incluir perguntas sobre testagem no questionário, em julho, as pessoas do sexo feminino foram mais testadas em outubro: 392 mil mulheres contra 361 mil homens. No entanto a proporção de mulheres testadas cujo exame deu positivo aumentou, passando de 53,6% para 56,3%.

No recorte por cor ou raça, das pessoas que afirmaram ter feito o teste, 61,8%, ou seja, 465 mil pessoas, se identificam como preta ou parda. Eles também são seis em cada dez dos infectados, totalizando 95 mil pessoas. Os brancos, por sua vez, totalizam 280 mil testados e 60 mil com resultado positivo para Covid.

Na distribuição por idade, a maior quantidade de pernambucanos testados está em idade de trabalhar – 432 mil pessoas de 30 a 59 anos, seguidas por 127 mil habitantes do Estado na faixa etária de 20 a 29 anos. Entre as pessoas de 60 anos ou mais, 103 mil também fizeram testes para detectar o coronavírus, e 16 mil tiveram resultado positivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Prefeitura já está em processo de aquisição de mais  80 mil testes para o diagnóstico da Covid-19, afirma Miguel Coelho

O prefeito de Petrolina (PE), Miguel Coelho, afirmou na manhã desta segunda-feira (25), po…