Pela primeira vez na história da OAB Petrolina (PE), disputa pela presidência terá participação feminina

Pela primeira vez na história, a subseccional  da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE), em Petrolina (PE),  tem  uma chapa com participação feminina na eleição para a presidência que acontece dia 16 de novembro.  Os pré-candidatos Carol Tosaka  e  Melo Junior se uniram para concorrer ao cargo de presidente e vice-presidente, respectivamente.

 “A ideia de ter uma mulher a frente da instituição diz muito sobre a renovação que os advogados e advogadas desejam implementar, sobretudo, num período amargo para o profissional liberal que foi esse da pandemia, quando muitos advogados até fecharam seus escritórios porque não suportaram os custos e a quase zero demanda do período tendo que conviver com os fóruns fechados e dificuldades no despacho e saque de alvarás”, disse a assessoria da chapa Renova OAB.

Na  próxima sexta -feira (22) Carol Tosaka  e  Melo Junior  participam de um debate  às 19h na Câmara de Vereadores de Petrolina (PE) juntamente com os candidatos da chapa adversária  “Advocacia mais Unida”.

Confira abaixo o resumo das 10 propostas    mais urgentes da  chapa Renova OAB.

1- manter frequentemente um canal de diálogo com magistrados e responsáveis por órgãos extrajudiciais a fim de facilitar e proporcionar a melhoria dos serviços, o que atualmente é feito com timidez, sem resultado algum.

2- Além disso, vamos implementar um treinamento, uma imersão prática para os jovens advogados que ingressarem na Ordem, tirando do papel e trazendo para o interior programas como “Meu primeiro token”, que já existe na Capital, mas que sequer chegou aqui. Além do programa de redução da anuidade para os jovens advogados que não estão inseridos no mercado de trabalho. Programa este que também existe na capital mas, que no interior não é executado.

3- Outra ação que será implementada é um programa de mediação entre os escritórios e estagiários e jovens advogados, a fim de direcioná-lo a um espaço no mercado de trabalho. Fazer a ponte de quem necessita contratar com quem necessita exercer a, profissão.

4- A advocacia deseja também por mais transparência nos gastos e recursos arrecadados. Vamos tirar do papel o portal da transparência da Ordem, uma promessa antiga que sequer foi cumprida, mas necessária, para o resgate credibilidade da Ordem e sobretudo, necessária a sociedade.

5- A ideia também é fazer da OAB um local de networking para os advogados trocarem ideias e firmarem parcerias entre si elevando o nível da advocacia regional, através de encontros mensais na instituição com aquele coffee-break. O #sextou da advocacia com propósitos.

6- A mulher advogada terá vez e voz com nossa chapa porque conhecemos de perto a luta dela que necessita levar seu filho para diligências, mas não encontra apoio de um atendimento preferencial em alguns órgãos judiciais. Para as as vítimas de violência doméstica será implementado programa onde ela encontrará trará além do sigilo, uma rede de profissionais a fim de auxiliá-la a sair dessa situação de vulnerabilidade.

7- O nosso programa atende a todas as necessidades de renovação que o advogado precisa. Desde de cursos de atualização ao conhecimento profundo do marketing jurídico e orientação frequentes sobre o que hoje é permitido para o advogado nas redes sociais.

8- Outro ponto a ser exaustivamente combatido é a violação às nossas prerrogativas. Não é mais possível aceitar falta respeito entre advogados, policiais, delegados, promotores de justiça, magistrados ou servidores. Entre nós, não há hierarquia. Somos indispensáveis a administração da justiça. Na nossa gestão, esse será um ponto inegociável, porque é um direito latente do profissional que atinge a sociedade e a democracia.

9- Vamos finalmente implementar as salas, dos advogados nas comarcas que sequer tem um ambiente adequado para o advogado exercer sua atividade, bem como a instalação de núcleos da OAB nessas comarcas com representantes locais a fim de atuar de forma eficiente na melhoria da rotina da advocatícia.

10- Vamos manter com Recife uma linha mais moderna de pensamento. Para isso, apoiamos a candidatura de Almir Reis e Fernanda Resende a frente da OAB Recife. A advocacia precisa tomar o prumo dessa nova realidade, apoiando os advogados e advogadas, direcionando-os nesse novo mundo da advocacia. A nossa profissão, como muitas outras, tem sofrido mudanças significativas no tocante ao seu dia dia. Uma rotina mais digital que presencial e a Ordem precisa está mais perto do que nunca nessa transição.

Esse é apenas um resumo das propostas mais urgentes que necessita serem implementadas e exaustivamente debatidas para que a advocacia não se per a mais ainda do seu real objetivo que representar a sua classe e não se torne enfraquecida perante a sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Concessão da Medalha de Honra ao Mérito Dom Malan será destinada à PRF em Petrolina (PE)

O Superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco, Antônio Vital de Moraes Jún…