Pediatra morto em clínica na Bahia: O que se sabe e o que falta saber sobre o crime

Dois homens são suspeitos de participarem do crime contra o médico pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, que tinha 44 anos, natural da cidade de natural da cidade de Xique-Xique, mas eles ainda não foram identificados pela polícia. Um é o atirador, que invadiu a clínica e o consultório. O segundo é o comparsa que levou o atirador ao local em uma moto e prestou fuga no mesmo veículo. Câmeras de segurança flagraram a ação e poderão ajudar na identificação dos suspeitos.

Segundo a polícia, foi usada uma pistola no crime. Mas ainda não há detalhes sobre as especificações do armamento, como o calibre.

As investigações estão em andamento e a motivação ainda não foi divulgada, para não atrapalhar as apurações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Em Cabrobó (PE), homem é detido após comprar carro roubado pela internet

Nesta terça-feira (26), um homem de 37 anos que estava em um carro roubado foi detido pela…