Paralisação da UPE deixa cerca de 3 mil alunos sem aula em Petrolina

upe

Cerca de três mil alunos de 10 cursos da Universidade de Pernambuco (UPE), Campus Petrolina, no Sertão do Estado, devem ficar sem aula nesta quarta-feira (20). A paralisação de advertência foi decidida em assembleia entre estudantes, servidores e docentes da UPE, como forma de cobrar melhorias para a instituição.

Segundo a Seção Sindical dos Docentes da Universidade de Pernambuco (Adupe), o foco principal da paralisação é o corte de 45% das verbas estaduais destinada à instituição. De acordo com os dirigentes, se o corte for mantido, não há condições de dar seguimento ao funcionamento da instituição no segundo semestre.

Entre as reivindicações está a autonomia financeira, a reestruturação das carreiras e a realização de concurso público, uma solicitação antiga dos docentes e estudantes para suprir a falta de professores e servidores. Ainda está sendo cobrado melhorias estruturais e a existência de uma política de assistência estudantil eficiente, que atenda de forma satisfatória as necessidades dos estudantes.

Também nesta quarta-feira (20), representantes de todos os campi, incluindo o de Petrolina, vão participar de uma passeata, em Recife, até o Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo do Estado, onde será entregue uma pauta de reivindicações.

Uma nova assembleia está marcada para a próxima quinta-feira (21), para avaliar o resultado do movimento e discutir os próximos rumos da mobilização. (Foto: Yuri Matos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

“ExpoRajada fecha oficialmente o ciclo junino de Petrolina com chave de ouro”, diz prefeito Simão Durando

Com sucesso de público, a 9ª edição da Feira de Exposição de Caprinos e Ovinos de Rajada (…