Pais da garota Beatriz Angélica negam que terão encontro com governador Paulo Câmara e continuarão caminhada até Recife (PE)

Após boatos, a mãe da garota Beatriz Angélica, Lucinha Mota, que caminha de Petrolina ao Recife para pedir justiça pela morte da filha negou que será recebida pelo governador Paulo Câmara.

A informação foi confirmada por Sandro Romilton, pai de Beatriz, que já percorreram 430 dos 730 quilômetros desde o último dia 5.

“Não há nada oficial neste sentido. Não recebemos qualquer contato nem da assessoria do governador, nem da Casa Civil, ou da cúpula da segurança pública de Pernambuco. Isso não passa de mera especulação.Estamos mais fortes do que nunca, e nada e nem ninguém nos deterão, vamos seguir até o nosso destino”, disse Sandro Romilton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Lei Henry Borel é sancionada e torna hediondo o crime contra menor de 14 anos

Com punições duras aos agressores, foi sancionada sem vetos pelo presidente Jair Bolsonaro…