Padre Malan solta o verbo sobre interrupção da obra do Palácio Episcopal: “tudo não passou de jogada política, precisamos de jejum para afastar os demônios”

0

“A igreja católica de Petrolina vive momentos de turbulências”, de acordo com as declarações do administrador da Diocese, Padre Malan.

“Não é por falta de evangelização, mas por problemas que criaram, em relação aos trabalhos que envolve o Palácio Episcopal, não sei se tem alguém ingênuo ou tão infantil para acreditar que algum dia o palácio seria derrubado. É preciso abrir a mente, nosso objetivo é reformar o local”, disse.

A obra foi embargada e o padre Malan foi objetivo na apresentação do seu programa de rádio, ao dizer que tudo não passou de “uma jogada política”.

“Esse projeto aqui na cidade já existia há dois anos, impediram esse trabalho da igreja de Petrolina, mas por direito quem pode representar a igreja de Petrolina é o clero e o administrador diocesano. Ultimamente o prefeito também pediu para parar a obra, não se pode mexer mais em nada, até que haja uma outra decisão, não vamos ficar de braços cruzados sobre esse assunto porque são nossos direitos. Essa situação não precisava existir, foi criada por questões quem nem vale a pena dizer, mas tudo não passou de uma jogada política. O que a gente pede é muita oração, se for preciso faremos uma vigília em jejum, porque parece que a Diocese de Petrolina precisa disso para afastar os demônios “, disparou Padre Malan.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Eleições 2020: Envio de propaganda eleitoral por WhatsApp terá restrições e casos podem gerar multa

A regulação de campanha eleitoral na internet também permite o envio de propagandas por ap…