OMS aponta redução na taxa de infecção entre profissionais da saúde

0

A taxa de infecção por covid-19 entre os profissionais da saúde está diminuindo, mesmo em países onde a pandemia persiste, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (13), depois que os níveis de infecção deste setor já foram muito mais altos que os da população geral.

A OMS informou que os dados coletados de 83 países, a maioria deles na Europa e América, mostram que “houve uma diminuição substancial das infecções [entre os profissionais da saúde] desde o início da epidemia”.

Embora a OMS tenha informado anteriormente uma taxa de 14% pessoas infectadas, essa porcentagem está agora mais perto de sua proporção em relação à população em geral, ou seja, menos de 3% em muitos países.

Anne Perrocheau, epidemiologista da OMS, destacou em uma coletiva de imprensa virtual que a proporção de profissionais da saúde entre as pessoas recém infectadas “está diminuindo constantemente”.

A explosão de casos da covid-19 dentro deste setor no início da epidemia ocorreu devido à falta de equipamentos de proteção adequados em todo o mundo, até mesmo nos países mais ricos.

Imagens de funcionários médicos vestidos com sacos de lixo por falta de algo melhor rodaram o mundo.

A falta de treinamento para utilizar corretamente os equipamentos de proteção também pesou na balança. Hoje, o fornecimento desses equipamentos na maioria dos países é melhor e os profissionais da saúde tiveram tempo para se informar sobre seu manuseio.

Segundo dados oficiais, a covid-19 já cobrou mais 1,1 milhão de vidas no mundo.

Em meados de setembro, a OMS lançou um procedimento para proteger melhor os profissionais da saúde contra a gravidade da situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Cerca de mil carteiras aguardam retiradas nas Agências do Trabalho; Arcoverde (PE) na lista

Em mais um levantamento, a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco in…