Odacy avalia ano legislativo e confirma vontade de voltar a disputar Prefeitura de Petrolina

1

confra odacy 2015 2

O deputado estadual Odacy Amorim, do PT, reuniu a imprensa do vale do São Francisco na confraternização de final de ano nesta segunda-feira, 28. O encontro ocorrido no Bododromo, complexo gastronômico de Petrolina, serviu para o parlamentar ressaltar que tem buscado levar seu mandato a todas as regiões de sua base política, através de indicações, requerimentos, projetos de lei e emendas ao orçamento estadual. No campos político, Odacy falou sobre eleições municipais, candidatura a prefeito e governo e impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Odacy lembrou que tem atuado como presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Pernambuco e agido com transparências, ouvindo as demandas para buscar as soluções de uma saúde pública melhor no estado. “Para isso, promovemos debates, audiências públicas, sempre para que o cidadão e cidadã pernambucanos possam obter as respostas concretas de melhorias da saúde nas diversas áreas de nosso estado”, pontou o deputado que também ocupa espaços em outras comissões da Casa Joaquim Nabuco.

O parlamentar avalia que presidente Dilma Rousseff, PT, enfrenta problemas na economia no atual governo, mas frisou que a presidente tem feito investimentos importantes na região Nordeste, sempre esquecida em outras gestões. “São milhões já investidos em nossa região desde o governo Lula. A presidente tem retribuído com investimentos a votação obtida dos nordestinos”, disse Odacy,

Sobre o impeachment de Dilma, o deputado Odacy Amorim frisou que era um golpe. “Era um golpe que vinha se construindo, mas o governo está tendo a oportunidade de se defender. O governo não está no momento bom, mas tem muitas obras e muita ação, especialmente em nossa região nordestina”, avaliou o parlamentar.

No campo da política municipal, Odacy frisou que tem conversado com integrantes de diversas legendas em busca de um projeto para Petrolina. “A questão no momento não é partidária. É pensar numa aliança política que tenha o compromisso com a cidade em primeiro lugar”, assinalou. Ele frisou que no momento não pretende sair do PT para ingressar em outro partido como o PSB, por exemplo, e que tem procurado conversar com lideranças de outros partidos, mas o objetivo de seu entendimento é pensar Petrolina em primeiro lugar.

“Sai do PSB porque aprendi com o meu pai de respeitar o ambiente dos outros e naquele momento fiz assim, mas sai respeitando. Nunca sai por ai atacando ninguém, até porque não é o meu estilo. A questão da aliança política é somar”, acrescentou Odacy. Como tem dito, o parlamentar que foi o mais votado deputado estadual da história política de Petrolina nas duas últimas eleições, Odacy guarda uma vontade muito grande de voltar a ser prefeito de Petrolina.

“Eu sinto a necessidade de voltar para continuar o trabalho que iniciamos. Essa semana andei na região de Rajada e vi os esgotos correndo o céu aberto quando deixei o plano de metas e investimentos com a Compesa para universalizar esse saneamento, o tratamento de água das agrovilas. Fico feliz em ver por exemplo a nova captação de água. Então o nosso projeto é disputar a Prefeitura, mas ouvir também o contraditório, as opiniões, os argumentos dos outros, porque dialogando a gente vai construindo”, concluiu o deputado Odacy Amorim.

1 Comentário

  1. Etevaldo Dantas Coelho

    29 de dezembro de 2015 em 16:22

    Odacy era agora em 2017 para está entregando a Prefeitura ao seu sucessor, mais o Dep. Gonzaga resolveu atrapalhar e entregaram a Prefeitura ao um visitante, que irá entregar ao futuro Prefeito ODACY a Prefeitura sem nenhuma OBRA.
    Prefeito Júlio, vc vai ver o que é ser Prefeito que sabe trabalhar.
    Júlio Lóssio NUNCA MAIS na Prefeitura, só como profissional de oftalmologia.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Julio Lossio Filho descarta possibilidade de ser articulador da oposição na Câmara e afirma que esse papel é dos vereadores eleitos

Questionado se seria o articulador da oposição na Câmara Plínio Amorim, em Petrolina (PE),…