“O discurso de Lucas já está ficando arranhado e cansado”, dispara Miguel Coelho

miguel

Em clima de confraternização o deputado estadual Miguel Coelho fez uma avaliação do ano de 2015 e destacou os projetos que foram discutidos como o que regulamenta os produtores de leite e queijo que foi aprovado e mencionou a série de audiências públicas realizadas, entre elas a da crise hídrica.

Críticas à gestão municipal

“Tem muita gente hoje que reclama da administração municipal” afirmou o deputado Miguel Coelho.

As críticas do deputado foram direcionadas à precariedade na saúde, segundo ele, anteriormente em todos os bairros de Petrolina existiam unidades de saúde e hoje as pessoas precisam se deslocar para outras comunidades.

Resposta à Lucas Ramos

Após Lucas Ramos taxar de autoritária a composição da Agenda 40 em Petrolina como publicamos no blog, Miguel Coelho acho o discurso de Lucas ‘fraco e arranhado’ e que o partido continuará buscando a união das lideranças locais.

“Acredito que o discurso de Lucas já está ficando arranhado e cansado e eu nunca vi uma contribuição do deputado Lucas para o PSB em Petrolina, ele sempre criticou e reclamou, mesmo assim eu tenho buscado a união e todos os membros do PSB são convidados para a Agenda 40”, disparou.

Sem citar nome, Miguel disse que oito lideranças caminham com mandatos eletivos em Petrolina. Desses, dois andam em divergências. Com essa conta, o parlamentara acredita que a união do PSB irá prevalecer no município.

Sobre ser candidato a prefeito, o deputado revelou que o caminho é difícil porque o mesmo precisa ter o apoio total do grupo.

“Não é para qualquer um ser candidato a prefeito e se o grupo achar que serei o candidato eu estarei de braços abertos”.

Questionado se Lucas Ramos está sendo leal com o PSB, Miguel Coelho disparou:

“É muito fácil dizer que uma pessoas é leal ao governador, mas que só anda buscando apoio com grupos que são contrários ao `PSB. Se você está num casamento, mas namora com outras pessoas, isso é lealdade? Acho que não”, disparou Miguel Coelho.

2 Comentários

  1. ELEITOR SÁBIO.

    14 de dezembro de 2015 em 09:25

    Discurso carimbado da velha política do ódio,não que essa política já foi banida pelo povo de Petrolina.

    Responder

  2. ELEITOR SÁBIO

    14 de dezembro de 2015 em 12:38

    RATIFICANDO: NÃO SABE QUE ESSA POLÍTICA JÁ FOI BANIDA PELO POVO DE PETROLINA.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Mourão nega impeachment, mas defende ‘freios’ se presidente arriscar o país

O vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão (PRTB), falou sobre a possibilidade d…