No Sertão do Pajeú, Gonzaga Patriota acompanha agenda do governador Paulo Câmara

Nesta quinta-feira (5), o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) acompanhou a agenda do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, no Sertão do Pajeú. Na primeira parada, na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Ione de Góes Barros, no município de Serra Talhada, o governador autorizou o lançamento do edital para contratação de uma empresa de engenharia para executar obras de reconstrução da rodovia PE-365, que liga o município às cidades vizinhas de Santa Cruz da Baixa Verde e Triunfo, com 32,4 quilômetros de extensão.

Paulo Câmara assinou ainda a ordem de serviço para o início das obras de implantação do novo sistema produtor de água no município. Com investimento de R$ 2,5 milhões, a ação prevê o assentamento de 4,8 quilômetros de adutora, a partir da ETA Serra Talhada, com a ampliação da capacidade da Estação Elevatória de Água Tratada 2 do município e a implantação de uma subestação de elétrica para alimentação da unidade. O sistema vai atender 1,8 mil famílias no Conjunto Residencial Vanete Almeida, além de beneficiar sua área de expansão, que conta com equipamentos de saúde e de ensino.

“Estamos com R$ 5 bilhões para investir em obras públicas até o final de 2022 e vamos gerar 130 mil empregos em todo o Estado. Começamos essas visitas aqui no Pajeú e amanhã, estaremos no Moxotó. Nas duas regiões, vamos investir mais de R$ 200 milhões. São ações que chegam em todos os cantos de Pernambuco, todos os municípios e distritos, para que possamos melhorar a qualidade de vida da população. Todo esse movimento que estamos fazendo busca isso, fazer Pernambuco seguir avançando”, afirmou Paulo Câmara.

Gonzaga Patriota destacou a importância das obras para a região. “São obras que irão proporcionar qualidade de vida e bem-estar para população e, com certeza, vai ajudar no desenvolvimento dessa região”, disse o deputado.

Durante o evento, o governador anunciou ainda a reabertura da Cozinha Comunitária de Serra Talhada, um equipamento público de educação e segurança nutricional com capacidade de produção de 200 refeições diárias, voltado para o público assistido pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS). O investimento é de R$ 144 mil por ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Petrolina (PE): Shows poderão ter 2.500 pessoas, mas a dança segue proibida; é permitido ficar de pé usando máscara

Desde o início de setembro, o governo do estado começou a liberar “eventos-testeR…