Nesse fim de semana, a dança e a Literatura se encontram em espetáculo

0

espetaculo

Caio, uma palavra que remete ao ato de despencar e também ao escritor gaúcho Caio Fernando Abreu, esse é o mote que a Qualquer Um dos 2 companhia de dança usou para a construção do seu sexto espetáculo, que entra em cartaz nesse fim de semana, no Teatro Dona Amélia. Colocando em cena as relações afetivas a partir de experiências com os contos do autor.

Dirigida por Jailson Lima, a montagem conta com um elenco de sete homens em cena, uma característica do grupo. Lima conta que esse é o segundo trabalho que ele assina a partir do contato com a obra de Caio Fernando Abreu. “Nesse, a gente fez um recorte em algumas falas dele que remetem à queda. Um jogo semântico que trata do cair, tanto no jogo corporal, com o significado físico, como dando outros sentidos à queda”, completa o diretor.

Essa é a primeira temporada do espetáculo que estreou no mês passado, durante a programação do Festival Aldeia Vale Dançar. Após um processo criativo de um ano de duração, Caio será apresentado no Sábado e Domingo, 23 e 24, começando às 20h. O trabalho tem uma indicação de faixa etária para maiores de 18 anos.

A temporada é uma produção independente da companhia, com a parceria do Sesc. Os ingressos custam 20 reais para o público em geral e 10 reais para estudantes e comerciários, sendo disponibilizados apenas 80 lugares para a venda.

O movimento da Qualquer Um dos 2

Em 2007, surge às margens do Rio São Francisco um novo espaço para o movimento, onde a dança, fruto graúdo da região, começa a ganhar ares de profissão. A esse espaço se deu o nome de Qualquer um dos 2, companhia que marca um novo momento da dança de Petrolina-PE, através de seu investimento na profissionalização de seus integrantes. O grupo, com elenco formado apenas por homens, mantém um trabalho contínuo de construção de pensamento sobre o mover e constantemente se dispõe na experimentação. Fruto de uma pesquisa que envolve questões existenciais e afetivas, eles agora apresentam seu sexto espetáculo, Caio.

A inspiração do dançar

Se estivesse vivo, Caio Fernando Abreu teria 68 anos de idade e certamente ainda estaria fazendo fluir pensamentos sobre as relações humanas. O jornalista que trabalhou em jornais e revistas, chegou a iniciar um curso de Artes Cênicas, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Autor de contos, novelas, romances e peças teatrais, sua obra foi premiada em três edições do Jabuti de Literatura. Agora, Caio novamente abraça as artes cênicas e se faz movimento, dessa vez, pelo corpo dos bailarinos da Qualquer Um dos 2 companhia de dança, que estreia Caio, segundo espetáculo do grupo que parte de uma relação com sua literatura, além de outros diversos experimentos cênicos já realizados.

Serviço

Data: 23 e 24 de Maio de 2015

Horário: 20h

Local: Teatro Dona Amélia, Sesc Petrolina. Rua Pacífico da Luz, 618 – Centro, Petrolina-PE.

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Campanha reforça  que apenas médico oftalmologista pode realizar consultas,  exames e prescrever  receitas de óculos

A Associação dos Médicos Oftalmologistas do Médio São Francisco (AOVALE), realiza  uma cam…